76867686

30 junho 2016

 ferias_imagemNoticia

As férias estão chegando, está preparado? Entenda como se organizar, aproveitar suas merecidas férias e ainda ficar em dia com o orçamento.

As férias estão bem próximas e você, provavelmente, quer viajar, não é mesmo? Mas será que vai ser possível financeiramente? Neste post você, que está pensando em tirar férias, vai entender que já é hora de ir preparando o bolso e vai compreender o que poderá ser feito para que você possa se desligar, descansar e aproveitar ao máximo essa folga tão merecida gastando pouco, mesmo com as crianças. 

Conheça o seu orçamento

Antes de mais nada conheça o seu orçamento e com base nisso defina o tipo de viagem que você poderá fazer. No caso de parcelamento de um pacote tome cuidado para não comprometer as suas finanças e já se programe para pagar durante alguns meses o valor que será gastos nas férias.

Use a internet ao seu favor e procure passagenshospedagens e diferentes pacotes e compare preços e condições antes de decidir o seu destino. É preciso também pesquisar o valor da alimentação e passeios do local, ou seja, deve-se considerar todas as despesas da viagem.

Tenha planejamento

Mesmo com pouco tempo, já que o período de férias está logo aí, você ainda pode se organizar e planejar seu merecido descanso. Mas como isso é possível? Comece, desde já, a planejar e pesquisar mais sobre onde você quer ir. Lembre-se que, principalmente em época de férias escolares, é altíssima temporada aqui no Brasil, o que exigirá um pouco mais de dedicação e pesquisa para que você possa usufruir de suas férias.

Caso você possa deixar as férias mais para as épocas de baixa temporada, poderá encontrar passagens mais baratas, já que esse período não possui uma procura tão grande, o que deixa os valores não só de passagens, mas de hospedagem e alimentação mais baixos. Outra alternativa para economizar é buscar trechos em que seja possível viajar de carro ou de ônibus.

Por mais que seja uma época de preços mais altos, pesquisando você pode encontrar passagens de noite ou de madrugada ou com mais paradas, que poderão ser mais baratas. Então, o importante é ter perseverança, buscar em diferentes sites e considerar aplicativos que podem te ajudar na tarefa. Dentro do seu planejamento, considere também destinos alternativos, ou seja, que não são tão famosos, mas que mesmo assim valem a pena ser visitados.

Crie um checklist com cada etapa do planejamento, e à medida que for concluindo cada um dos pontos planejados, anote o que deu certo e o que deverá ser revisto.

Conheça mais sobre o destino a ser visitado

Conhecer informações sobre o destino a ser visitado também poderá lhe gerar uma economia e tanto. Busque saber onde estão os pontos turísticos, uma vez que você poderá visitar vários, próximos um ao outro, e economizar com transporte, por exemplo, já que, em muitos casos, é possível fazer alguns deles caminhando.

Procure também saber sobre passeios e atrações gratuitas. Muitas cidades oferecem walking tours, que são visitas guiadas a pé pelos principais pontos turísticos. No final, basta dar uma gorjeta para o seu guia e você terá aproveitado, de forma barata e saudável, a cidade visitada. Muitas cidades oferecem também dias de graça em museus, então pesquise na internet e já deixe um pré-roteiro definido.

Aqui, também entram os eventos como jogos, shows, espetáculos e entradas para parques, que podem ser mais baratos se comprados com certa antecedência. Então, mãos a obra e procure saber detalhadamente como funciona cada atração que visitará.  O ideal é que você busque em fóruns de viajantes e websites especializados em viagens, como o TripAdvisor.

Defina a forma de transporte

Transporte e hospedagem são itens que pesam bastante no orçamento da viagem. Logo, planejar estes tópicos também irá lhe permitir mais liberdade financeira no seu descanso. Mesmo para sair dos aeroportos existem duas ou três opções, sendo que uma delas sempre é a mais barata. Por isso, procure antecipadamente na internet ou, chegando a seu destino, procure o serviço de assistência ao turista e peça a indicação da forma mais barata para ir até a sua hospedagem.

Esqueça os preconceitos e utilize, quando possível, o transporte público. Em muitas cidades existem passagens especiais para turistas com tarifa diferenciada para um período maior de tempo. Informe-se sobre tickets semanais, quinzenais ou mensais, o que pode ajudar e muito a não gastar tanto com deslocamento. Em algumas cidades existe o aluguel de bicicletas, que pode ser muito econômico e saudável e deve ser incluído no seu planejamento.

Se você for para algum local que não possui um bom transporte público pense em  formas de compartilhamento como, por exemplo, o Uber, que oferece preços diferenciados e bastante competitivos ou o tradicional aluguel de carro por dia.

Invista em formas alternativas de hospedagem

Já que estamos em cima da hora, quando o assunto é férias é preciso que no quesito hospedagem você tenha a mente aberta a novas possibilidades. Assim, ainda falando em compartilhamento, é possível utilizar serviços diferenciados também para a hospedagem. O site mais famoso nesta nova onda é o Airbnb, que permite que você alugue quartos, apartamentos ou casas com preços bastante atrativos se comparados a hotéis e outros tipos de hospedagem.

Outra possibilidade é o hostel ou albergue que, apesar do nome, aceita hóspedes de diferentes idades e pode sair bem mais em conta. Para aqueles mais aventureiros e que querem conhecer um novo tipo de hospedagem, existe o Couchsurfing, que permite a hospedagem sem custo na casa de pessoas que se cadastram para este tipo de experiência. Neste tipo de hospedagem é mais comum conseguir um quarto ou lugar para dormir quando se está sozinho, mas não custa pesquisar se você está viajando com alguém.

Coma fora das áreas turísticas ou cozinhe

O item alimentação também pesa no orçamento, mas existem muitas formas de economizar sem passar vontade. Procure sempre fugir das áreas muito turísticas, já que duas ou três ruas para trás do comércio principal é comum que os preços sejam bem mais baixos e, em muitos casos, a qualidade é a mesma ou até melhor.

Outra opção é cozinhar e esta possibilidade pode ser aliada com a hospedagem em albergues ou apartamentos que possuem cozinha e acessórios à sua disposição. Visite mercados locais, procure ingredientes frescos e faça você mesmo a sua comida, o que pode, principalmente, nas viagens de longo prazo, ajudar na economia. Para os passeios, leve lanches como frutas, barras de cereais ou biscoitos que podem ser comprados em mercados locais.

Pesquise e negocie antes de comprar

Aqui você poderá buscar pacotes de viagens em agências que costumam ter ofertas atrativas e também podem parcelar o valor dos pacotes, mas tenha o cuidado de buscar empresas conhecidas e com boa reputação no mercado e de verificar se as parcelas cabem no seu orçamento.

Se você tiver um pouco mais de tempo no destino escolhido, não saia comprando lembrancinhas já no começo da viagem, no aeroporto ou ainda nas lojas que ficam bem no centro. Verifique os preços e faça uma pequena pesquisa, já que é comum que, em lojas mais afastadas, os preços sejam bem mais baixos. Assim, tenha foco e não ceda à tentação. Além disso, em algumas regiões é comum o hábito da pechincha. Cheque se na cidade que você vai visitar isso é comum para poder fazer sempre bons negócios.

Não pode viajar? Considere programas alternativos na sua cidade

Caso você tenha se preparado e considerado todas as questões anteriores mas mesmo assim a viagem ainda não cabe no seu bolso, que tal fazer alguns programas alternativos na sua própria cidade?

É muito comum que os sites das cidades disponibilizem programas culturais na época de férias e você poder visitar com sua família museus, parques e outras atrações gastando bem pouco e se divertindo bastante. Sites como o Catraca Livre ou o Guia da Semana também ajudam nesta pesquisa.

Para tirar férias, é preciso pensar nas finanças e, para isso, você vai precisar de planejamento, conhecer mais sobre o destino visitado e procurar formas alternativas de transporte e hospedagem. Também é preciso evitar comer em áreas muito turísticas e, até mesmo, considerar cozinhar e levar pequenos lanches nos passeios. Por fim, não se esqueça de pesquisar antes de fazer suas compras e, com isso, manter o seu orçamento em dia na viagem e também depois dela .

E aí, gostou do post? Quer saber mais como economizar de maneira inteligente? Clique aqui e entenda!

Veja também

meu-bolso-feliz-foto
7 estratégias para divulgar o seu trabalho na internet
A internet, além de fazer parte do nosso dia a dia, também pode ser usada para divulgar seu trabalho para vo  [...]
passo-a-passo-infalivel-quitar-dividas
Plano infalível para quitar dívidas!
Montamos um passo a passo para bom um planejamento financeiro e mostramos o que fazer na prática para que voc  [...]
consumidor
7 hábitos que todo consumidor deve ter para fazer boas compras
Você já parou para pensar em tudo que consome diariamente? Então fique atento com as dicas para fazer boas  [...]