65476547

06 outubro 2015
dia-das-criancas-mbf
Você não precisa gastar uma fortuna para deixar os pequenos felizes e realizados. Saiba qual a estratégia perfeita para acertar no presente deles

No dia 12 de outubro a programação é simples: aproveitar com os pequenos e encher as crianças de presentes. Certo? Nem sempre. É importante, principalmente nos dias de hoje, onde nosso poder de compra diminuiu muito, ter consciência de que o ideal não é gastar fortunas para agradar as crianças. “ Estamos em um momento propício para reforçar a importância do consumo consciente, da redução nos gastos, hábito de poupar e praticar a doação”, diz Ana Paula Hornos, educadora e autora do livro infantil Crise Financeira na Floresta.

Mas é claro que podemos tornar o Dia Das Crianças divertido e inesquecível. “Esse dia foi criado para celebrar a criança e toda relação de amor e carinho que temos com elas”, explica Ana. Por isso, o Portal Meu Bolso Feliz traçou a melhor estratégia para o dia 12.

Se organize com antecedência

A partir de agora, pense o que fará para as crianças no dia delas e leve em consideração o perfil dos pequenos. O primeiro passo é reservar o dia para esse evento e investir na criatividade. “Se as crianças se sentirem acolhidas, fazendo o que gostam, você já tem dia inesquecível garantido”, aconselha Ana. Abaixo, algumas sugestões:

– Ouça. É isso mesmo. Perguntar aos pequenos onde eles querem ir e o que eles querem comer é a tática mais eficiente para garantir um dia divertido.

– Brinque com fantasias. A maioria das crianças adora se fantasiar e brincar de interpretar personagens.

– Invista em trabalhos manuais e faça brinquedos com sucata. Além de estimular a criatividade você ainda ensina os pequenos a cuidar do meio ambiente.

– Pense em atividades ao ar livre, como passar o dia na praia ou no parque, mas lembre-se de respeitar o perfil e a personalidade das crianças.

– Organize uma feira de troca de brinquedos com outros amiguinhos. “ Você pode aproveitar a data para mostrar o valor do presente no contexto do orçamento familiar, ensinar o que é consumo colaborativo e também incentivar seu filho a doar presentes para outras crianças que não tem recursos para isso”, complementa Ana Paula.

“No Dia Das Crianças meus pais sempre levam eu e meu irmão para encontrar nossos dois melhores amigos. Passamos o dia na chácara deles e sempre organizamos um teatro para apresentar para nossos pais. É um dos dias mais divertidos do ano”.

Gustavo Silva, 10 anos.

Pense bem na hora de escolher o presente

Com um dia inesquecível em mente, você pode pensar em uma lembrancinha para complementar a surpresa, mas lembre-se de alguns detalhes importantes na hora da entrega do presente:

– Sempre dê o presente no dia certo e não antecipe a surpresa.

– Não dê dinheiro ao invés de presente para não perder a simbologia do gesto.

– Não se atrapalhe financeiramente só para agradar os pequenos. Eles precisam entender qual a realidade financeira da família.

“Ano passado eu estava desesperado porque meu afilhado sempre espera um presente no Dia Das Crianças e eu estava desempregado. Depois de pensar muito, lembrei que o Edu sempre falava que gostava de carros vermelhos por causa do filme Carros. Entrei numa loja, comprei um carro vermelho de plástico, bem baratinho e levei pra ele. Foi o maior sucesso. Todos os outros presentes que ele ganhou ficaram de lado.”

Alex Teixeira, funcionário público, 41 anos.

Adeque o presente à idade da crianca

Não adianta pensar em uma estratégia perfeita e depois perceber que a criançada já está “velha” para uma tarde de cachorro-quente com refrigerante e um boneco de pelúcia. Por isso, sempre fique atento a evolução dos pequenos:

pecaDiaDasCriancas

 

A partir de um ano – as crianças já tem mais equilíbrio motor e interagem com os adultos. Invista em brinquedos de puxar, tocar, encaixar ou colorir como chocalhos e bichos de pelúcia.

De 2 e 3 anos – elas começam a se comunicar e não param quietas. Invista em um CD para cantar e dançar, livrinhos de história e brinquedos que fazem as crianças se sentirem parte da rotina da casa como carrinhos coloridos, carrinhos de boneca e canetas coloridas.

De 3 a 4 anos – as crianças dessa idade querem abraçar o mundo e quase tudo é interessante para elas. Além disso, é nessa idade que os pequenos desenvolvem a criatividade e adoram ir ao cinema e teatro. Fáceis de escolher, os brinquedos podem ser simples e divertido como bolas, baldes e pás de areia, quebra cabeças e bonecos de pano.

De 7 a 10 anos – elas já se sentem mais responsáveis e não querem brinquedos tão infantis. Vale escolher opções que explorem a imaginação, o raciocínio lógico e dê a oportunidade delas interagirem com os amigos e se exercitarem. Para os meninos, jogos eletrônicos, carrinhos, uma pipa ou jogos de tabuleiro. Já as meninas vão adorar um rádio para reproduzirem shows, um patins ou uma boneca.

De 10 a 15 anos – é a fase do autoconhecimento. Elas já se sentem adultas, querem se arrumar mais para se sentirem bonitas e começam a reparar nas outras crianças. Para as meninas, invista em acessórios como óculos de sol, uma bolsa, um vestido ou um batom da moda. Os meninos vão adorar um boné, um skate ou algum jogo para se divertir com a turma.

Saiba mais:

O que fazer antes de matricular seu filho na escola

Dinheiro: 5 lições que seus filhos devem saber

Como educar seu filho financeiramente

Natália Chagas

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

financiamento_imagemNoticia
Financiamentos: como assumir esse compromisso?
Financiamento é coisa séria e precisa ser planejado com cuidado. Veja aqui como fazer de maneira tranquila e  [...]
mbf_banner_noticias_16
Parcelamento pode ser vilão na hora das compras
12% dos brasileiros acreditam que só conseguem adquirir tudo que precisam com a ajuda de parcelamentos e empr  [...]
mbf_banner_noticias_03-ebj2e
Faça a festa do seu filho gastando pouco
Quer fazer o aniversário do seu pequeno, mas o orçamento está apertado? Separamos algumas dicas criativas e  [...]