41064106

30 junho 2014
mbf_banner_noticias_18-x30ab
Dicas inteligentes para comprar seu imóvel sem dor de cabeça

Entre todos os sonhos de consumo da maioria das pessoas, um deles permanece como o mais cobiçado desde que o mundo é mundo: ter uma casa própria. E proporcionalmente ao aumento desse desejo pessoal ao longo da vida, também cresce o valor dos imóveis no Brasil. E como cresce! No entanto, isso não deve ser obstáculo para você deixar de lado o plano de aposentar o aluguel de uma vez por todas.

“Eu e meu marido não aguentávamos mais depositar o mesmo valor mensalmente na conta da imobiliária. Era muita grana investida em algo que não era nosso”, revela a professora Danusa Meira. O limite do casal chegou quando o contrato do imóvel venceu e o proprietário propôs um aumento no valor do aluguel. “Consideramos a quantia absurda e saímos para procurar uma nova casa. Então, percebemos que o ajuste proposto pelo locatário era o mesmo praticado por todo o mercado. Então, resolvemos parar de deixar o sonho da casa própria para o futuro e sentamos para conversar definitivamente sobre o assunto”, conta Danusa.

Na conversa que tiveram, decidiram temporariamente morar em um bairro mais afastado e em uma casa menor. Essa foi a maneira que encontraram para guardar dinheiro mais rapidamente para dar uma entrada maior. Eles também venderam um dos carros e ficaram com apenas um automóvel. Dois anos depois, já tinham acumulado dinheiro suficiente para dar entrada em um imóvel e financiar o restante em quase 20 anos. “Hoje, nossa parcela mensal é menor do que o aluguel que queriam nos cobrar e ainda sabemos que investimos todo esse dinheiro em algo que será nosso”, comemora a professora.

Quer festejar sua casa própria como ela? Então, siga à risca algumas dicas de José Vignoli, educador financeiro do portal Meu Bolso Feliz:

COMECE A SE PLANEJAR

– Encontre um imóvel que esteja dentro dos seus sonhos, mas também caiba nas suas condições financeiras e momento de vida. Então, mesmo que esteja empregado e com renda, não compre nada que esteja fora da sua realidade.

COMO PAGAR SEU SONHO

– Como é muito difícil comprar um imóvel à vista, tranquilize-se sobre o crédito imobiliário. Embora deva tomar cuidado, trata-se de um crédito muito positivo.

– Visite vários imóveis e verifique as condições de financiamento disponíveis. Nos dois casos, compare sempre as diferentes opções de oportunidades. “Mesmo que se apaixone pelo primeiro imóvel que visitou, nunca o compre de cara. Estude as condições e converse com o gerente do banco. Enfim, não faça nada por impulso. Principalmente neste caso, que se trata do primeiro passo de um longo percurso”, aconselha Vignoli.

– Sem dúvida, quanto maior a entrada, melhor. Mas você precisa se planejar e ficar de olho em seu fluxo de caixa. Ou seja, mesmo após o pagamento inicial da casa, não pode ficar sem reservas. Logo, é preferível que dê uma entrada menor e guarde um pouco do dinheiro do que ficar completamente descoberto.

– Mesmo que esteja pagando prestações, se organize para fazer uma reserva que lhe permita antecipar pagamentos. Assim, pagará menos juros e se livrará da dívida do financiamento mais rapidamente. Como fazer isso? Digamos que o financiamento da compra do seu apartamento comprometa 10% do seu salário. À medida que sua carreira profissional melhorar, aproveite a situação para poupar mais e amortizar mais prestações.

– Use o Simulador de Sonhos, que define qual o valor do seu sonho, o que e como fazer para realizá-lo!

IMÓVEIS EM CONSTRUÇÃO E/OU PRONTOS

– Normalmente, os imóveis em construção já tem um banco financiando o projeto. Nesse caso, sua missão é checar a idoneidade da construtora e descobrir se há financiamento aprovado.

– No caso de imóveis prontos, você não tem a opção de escolher o financiamento, pois o banco que financiou a obra terá essa responsabilidade. Mas existe a possibilidade de, depois de firmado o contrato, você procurar outro banco e realizar a portabilidade de dívidas.

IMÓVEIS USADOS

– Já para um imóvel usado, você tem a facilidade de procurar vários bancos, ouvir as condições de financiamento de todos eles e escolher o mais favorável para a sua realidade.

DEPOIS DA COMPRA, APERTE OS CINTOS!

– Não é porque comprou um imóvel novo que necessariamente precisa torrar dinheiro com móveis e eletrodoméstico novos. Embora seja muito comum as pessoas se mudarem e trocarem toda a mobília, essa medida pode prejudicar suas finanças. A prioridade deve ser a dívida em longo prazo do apartamento. Então, não assuma dívidas de coisas menos importantes apenas por status.

Saiba mais em: Realizando Sonhos: Compra da Casa Própria

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

Crédito
Saiba como ter crédito sem ter conta em banco
Mesmo sem possuir poupança ou conta corrente, os não-bancarizados movimentam R$ 665 bilhões por ano. Descub  [...]
fotoNoticiaAposentadoria
5 dicas para a planejar a aposentadoria
Para garantir um padrão de vida estável no futuro, é preciso agir com antecedência e organização. Veja c  [...]
banner-meu-bolso-feliz-thumb
SPC Brasil e Meu Bolso Feliz lançam aplicativo para o consumidor calcular o bem-estar financeiro
Indicador nacional marca 47,4 pontos em novembro. Faça o teste e veja seu grau de bem-estar financeiro Sufoco  [...]