85818581

30 novembro 2016
spc-viajar-passeios-baratos-ferias
Veja como aproveitar as férias sem que a diversão prejudique sua vida financeira!

Início de ano é época de gastos extras, afinal, entre Natal e Ano Novo, temos confraternizações, amigos secretos, presentes e viagens, sem falar nos impostos como IPVA e IPTU. Isso significa que, para não passar apertos financeiros, é preciso gastar com sabedoria e também economizar. Isso não quer dizer, no entanto, que não é possível se divertir na temporada de férias. Sabendo escolher programas e viagens, é possível aproveitar sem gastar muito. Abaixo, damos dicas para planejar viagens baratas e também de programas para fazer sozinho, com a família ou com os amigos.

VAI VIAJAR?

Destino

Considerando que fim de ano ou férias é período de alta temporada e isso se traduz em preços mais elevados, a dica para viajar sem gastar muito é pensar fora da caixa, ou seja, além dos lugares tradicionais. “Olhe nas cidades ao redor, dentro do seu próprio estado. Certamente há locais com cachoeiras, trilhas bacanas, parques bonitos. Ou então pontos históricos, museus, pontos turísticos tradicionais”, aconselha o agente de viagens Rodrigo Rufino. Optando por um local perto de casa você vai inclusive economizar com o transporte, já que poderá viajar de carro ou ônibus, que normalmente sai mais barato do que pegar um avião, em especial nesta época. Uma dica para   encontrar seu destino é pesquisar nos sites das secretarias de turismo (municipais e estaduais) da sua região. Outra forma é acessar o site do Ministério do Turismo e digitar no campo “busca” o nome do seu estado.

Hospedagem

Ao definir a região para a qual viajará, que tal se hospedar em uma bela casa, com piscina, churrasqueira e vários quartos por um preço diário mais barato que qualquer hotel? Essa é uma possibilidade ao utilizar o site Airbnb, em que pessoas colocam suas próprias moradias para aluguel, por tempo determinado. “Organizando uma viagem em grupo, e dividindo o valor da diária, ficar em uma casa com ótima infraestrutura, em que se pode se divertir no próprio espaço, não é algo distante, mas bem possível”, garante o profissional. A alternativa vale tanto para quem decidir viajar perto de casa quanto para quem busca hospedagem mais barata em outras regiões. Lembrando que, caso utilize o serviço para se hospedar em um local farto em opções turísticas, a dica é preferir apartamentos mais simples – e consequentemente mais baratos -, já que você utilizará o espaço majoritariamente para tomar banho e descansar.

Pesquisa

Eis um fator crucial para economizar em uma viagem. E vale ressaltar: a pesquisa começa antes mesmo de saber o destino, ou seja, na hora de fazer um levantamento de quanto pode de fato gastar para, assim, saber seus limites. Depois, use a internet como aliada e compare preços de passagens (avião e ônibus), hospedagem e também de possíveis passeios que, dependendo do lugar, podem sair mais caro que a hospedagem. Sites como o Melhores Destinos, Decolar.com, Trivago e Hotel.info ajudam nesta pesquisa, oferecendo jeitos de pesquisar desde voos até hospedagem e passeios.

10 dicas que barateiam sua viagem

  1. Considere horários de viagem alternativos, como a madrugada, ou mesmo recorrer a voos com conexão, caso tenha tempo;
  2. Prefira hotéis de categoria econômica. Se vai viajar com amigos ou quer conhecer gente, ficar em albergues vale muito a pena;
  3. Pechinche e negocie descontos e formas de parcelamento ao pagar por sua viagem;
  4. Pesquise para saber se valerá mais a pena alugar carro, usar transporte público ou mesmo recorrer a taxi ou Uber;
  5. Se possível, viaje em grupo, quanto mais gente, normalmente mais fácil conseguir descontos;
  6. Caso viaje com crianças, pergunte sobre promoções, nas companhias aéreas, nas agência de turismo e também ao escolher a hospedagem. Muitas empresas oferecem descontos especiais para crianças. Faça o mesmo nos passeios, preferindo aqueles que oferecem entrada franca para crianças;
  7. Na hora das refeições, avalie o que pode ser compartilhado e, no caso de crianças, se é mesmo necessário um prato só para ela. Muitas vezes, dependendo da idade do pequeno, os pais podem dividir com os filhos o que pediram;
  8. Procure em sites de compras coletivas promoções e descontos tanto de viagens quanto de restaurantes e passeios no destino escolhido;
  9. Pergunte a familiares e conhecidos. Esta é a hora de pedir sugestões de lugares e hotéis bacanas e também baratos!
  10. Crie um checklist com cada etapa do planejamento e, à medida que for concluindo cada um dos pontos, anote o que deu certo e o que deverá ser revisto.

Planejamento financeiro para viajar

Para viajar sem preocupações, o ideal é juntar dinheiro com antecedência, podendo pagar tudo antecipadamente: passagens, hospedagens, os passeios que puderem ser comprados antes, o seguro de viagem, etc. Isso significa que desde já você deve economizar no dia a dia e guardar o máximo que puder, evitando acumular gastos no início do ano. Não foi possível fazer isso? Então inclua no seu orçamento os custos da viagem que terá ao retornar. Além disto, avalie: o que pode pagar à vista? O que será parcelado e quanto se somarão às parcelas? Você terá como arcar com esse gasto extra mensalmente até o fim das parcelas? “Verifique o que pode ser cortado até que o valor seja pago”, aconselha o educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli. Defina também sua verba diária durante a viagem, evitando passar o valor, e combine com os participantes da viagem as despesas que serão divididas.

Por fim, lembre-se que você sempre pode esperar mais um pouco, deixando a viagem para outra oportunidade. “Se os gastos não permitem fazer a viagem desejada neste ano, aguarde o próximo ou ainda os anos seguintes. É melhor esperar e viajar sem o estresse de não ter como bancar os custos e ainda prejudicar seu dia a dia, do que insistir em gastar mais do que pode, ainda mais no atual momento de crise e incerteza econômica”, diz Vignoli. Afinal, com as finanças bem estruturadas, você aproveitará ainda mais passeios, culinária local e até comprinhas.

VAI FICAR NA SUA CIDADE?

É muito comum que os sites das cidades disponibilizem programas culturais na época de férias e você poder visitar com sua família museus, parques e outras atrações gastando bem pouco e se divertindo bastante. Sites como o Catraca Livre ou o Guia da Semana ajudam na pesquisa! Veja abaixo algumas sugestões para curtir a cidade, muitas vezes mais sossegada que o normal, com a família, com os amigos e também sozinho.

Com a família

Procure museus, mostras de cinema com filmes infantis, teatros gratuitos, shows em parques e mesmo restaurantes que oferecem infraestrutura para os pequenos. Caso estes lugares pareçam caros, pesquise em sites de compra coletiva e cupons para obter descontos! Outro programa interessante é um churrasco, com os custos divididos entre todos, claro. Uma forma de unir irmãos, primos, num dia divertido. No site CHURRASCOlator é possível calcular mais ou menos quanto sairá a brincadeira, a partir de carnes escolhidas, número de convidados e também bebidas.

Com os amigos

A dica aqui é deixar claro, desde o começo, que não quer gastar demais. Entre amigos, fica fácil colocar esse porém – e, considerando a crise, muitos apoiarão a sua iniciativa! Programe coisas em casa, onde podem pedir algo para comer e dividir o valor total e cada um levar algumas bebidas. Filmes, maratona de uma série favorita, jogos de tabuleiros ou mesmo o bom e velho bate-papo fazem sucesso. Ao sair, pesquise programas com entrada gratuita, como shows ao ar livre, e maneire na bebida. Se possível, coma algo antes em casa, para não chegar ao local morrendo de fome e pedindo tudo que vê no cardápio.

Sozinho

“Sair sozinho é uma delícia simplesmente porque você decide tudo: o que, quando, como. E, se no meio do programa, mudar os planos, tudo bem”, diz a jornalista Marina Franco, de São Paulo. Ela gosta de usar o transporte público e também caminhar pela cidade, descobrindo lugares e parando quando sente vontade. “Tenho um ponto de partida, algo que quero ver e aí vou para lá, como uma exposição, filme, feira de rua. A partir daí, o dia fica mais livre”, ensina. Para descobrir coisas bacanas na sua cidade, uma dica é pesquisar no Facebook, em eventos, na parte que mostra os acontecendo nas suas imediações e também os que seus amigos confirmaram presença ou mostraram interesse. “Sempre descubro coisas bacanas assim”, diz ela.

 

Paula Aftimus

Paula Aftimus

Jornalista com especialização na State University of New York, editora de publicações e portais do Grupo Abril e especialista em mídias digitais. Passagem acadêmica pelas áreas de Serviço Social e Educação e MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV

Veja também

mbf_banner_noticias_02-92i8d
Seu sonho de consumo mais perto do que você imagina!
Viagem, carro, cirurgia plástica? O seu sonho de consumo pode, sim, virar realidade. Basta planejamento e res  [...]
Como economizar no dia a dia
Como economizar em tempos de inflação
Atitudes simples para você chegar com a conta no azul no fim do mês Ao passar pelo caixa do supermercado, um  [...]
mbf_banners_portal_223x86_14
10 motivos para ter o nome limpo
Acesso a crédito é apenas uma das vantagens de não ter seu nome cadastrado nos órgãos reguladores. Veja a  [...]