88218821

08 fevereiro 2017
fgts-sacar
Em breve você poderá sacar seus saldos. Saiba como e entenda o que vai ganhar com isso

Quem trabalha – ou já trabalhou – com carteira assinada sabe que tem direito ao FGTS (fundo de garantia do tempo de serviço). O que muita gente não sabe é que, em breve (o calendário de saques deve ser definido em fevereiro), quem tem contas inativas até 31 de dezembro de 2015 poderá sacar o dinheiro do FGTS. De acordo com o que foi anunciado, funcionaria assim: o dinheiro guardado e vinculado a empregos antigos, dos quais os trabalhadores pediram demissão ou foram demitidos, poderá ser retirado, independente do valor acumulado.

Apesar da novidade não ter  sido regulamentada, o anúncio oficial foi feito pelo governo ainda no final de 2016 como uma forma de reanimar a economia. Afinal, segundo a Caixa Econômica Federal, existem 18,6 milhões de contas inativas no país, com saldo total de R$ 41,4 bilhões. Em outras palavras, muita gente tem um bom dinheiro para receber. Mas é importante ficar atento: “O benefício pode ser muito interessante e existe motivo para ficar animado, mas é preciso que o beneficiado não esqueça do principal objetivo desse fundo: assistência em caso de demissão, aquisição de moradia e ajuda na aposentadoria e em caso de doenças graves. Por isso, é importante ter em mente o que fazer com esse valor”, alerta Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil. Pra você, beneficiado, entender como funciona a novidade, e saber o que fazer com o dinheiro, fizemos um dossiê com tudo sobre o FGTS inativo. Fique de olho:

Afinal, quanto eu tenho para receber?

Muitas vezes, o trabalhador sabe que tem um fundo de garantia, mas não sabe exatamente quanto tem guardado. Se esse é seu caso, você tem algumas maneiras de descobrir qual valor que tem direito: é possível consultar o saldo no site da Caixa ou do próprio FGTS e através de aplicativo para smartphones e tablets. É possível ainda fazer um cadastro para receber informações do FGTS por mensagens no celular ou por e-mail. Clique aqui para saber como e onde pesquisar.

E agora, como faço para sacar esse dinheiro?

Para evitar confusão e uma disputa entre trabalhadores que querem retirar seu FGTS nas agências da Caixa Econômica Federal, como dito acima,  o governo deve anunciar, ainda em fevereiro, um cronograma de pagamento, que poderá ir de março a julho de 2017, de acordo com as datas de nascimento dos cotistas. Por isso, é preciso ficar de olho no site da Caixa para descobrir quando receberá o valor.

Alerta: não se esqueça da função do FGTS

Criado em 1966, o FGTS é uma espécie de poupança forçada para o trabalhador. É um fundo de garantia, que serve para te auxiliar em momentos difíceis, imprevistos, na realização de um objetivo maior, como a compra de um apartamento, ou na aposentadoria.  Por isso, é importante saber exatamente o que fazer e o que não fazer quando estiver com o dinheiro em mãos:

O que fazer:

  • Quitar dívidas
  • Guardar o valor para aposentadoria ou outro tipo de  investimento. “Ao aplicar o dinheiro, pense no melhor tipo de investimento para o FGTS. Mesmo que seu objetivo seja apenas guardar o dinheiro, não deixe-o parado na conta corrente ou poupança porque o rendimento é ruim.”, aconselha Marcela. Por isso, se for tirar o valor da Caixa, pense bem o que fará com ele e analise os tipos de investimentos que sejam interessantes para você.
  • Se planejar e ter certeza do que fará com o dinheiro. Por exemplo: se você precisa de um carro para trabalhar, talvez essa aquisição seja bem-vinda.

O que não fazer:

  • Usar o dinheiro para compras supérfluas
  • Usar o dinheiro para viagens
  • Retirar o dinheiro sem nenhum tipo de planejamento: ele vai acabar em gastos desnecessários sem você perceber

Cuidado com os empréstimos!

Com a notícia de que o FGTS inativo seria liberado, mas ainda sem data certa, algumas instituições  estão disponibilizando serviços que antecipam o valor para correntistas, com cobrança de juros. “A antecipação só vale se o contribuinte está precisando do dinheiro para uma urgência ou para quitar dívidas”, alerta Marcela. De qualquer maneira, é preciso avaliar o valor dos juros nas duas modalidades. Por exemplo: Os juros do cheque especial com certeza são mais altos do que os juros da antecipação, mas é preciso avaliar caso a caso.

 

Natália Chagas

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

black-friday-dicas-descontos
Dicas para aproveitar a Black Friday Brasil 2015
  A Black Friday acontece na sexta, dia 27 de novembro. Veja como aproveitar os descontos e o que fazer p  [...]
spc-mbf-padrao-de-vida-amigos
Saiba como viver bem dentro do seu padrão de vida
4 em cada 10 internautas brasileiros gastam mais do que deveriam. Descubra como mudar de comportamento e viver  [...]
mbf_banner_noticias_01
Taxas de juros podem levar ao superendividamento
Com taxas acima de 414 por cento ao ano no rotativo do cartão de crédito, uma dívida de mil reais pode p  [...]