58755875

30 abril 2015
spc-mbf-melhor-hora-comprar-imoveis
Com o aumento no preço dos imóveis menor do que a inflação, talvez a hora de investir na casa própria esteja próxima

Planejar comprar um imóvel não é tarefa fácil. Reservar um dinheiro extra exige muita disciplina, os preços são altos, buscar o bairro ideal é tarefa árdua e os tamanhos das casas e apartamentos estão cada vez mais reduzidos. Ou seja, procurar o imóvel perfeito, e que caiba no seu bolso, exige paciência. Mas, mais importante do que isso, é essencial ficar atento ao cenário econômico do país e saber detectar a melhor hora para investir.

Entenda o cenário econômico

Ainda que os preços de um imóvel  continuem elevados, a média do aumento dos preços anunciados no site Zap Imóveis em 20 cidades brasileiras ficou abaixo da inflação em 2015 e, em sete anos, esse é o menor índice registrado. “Mas é importante tomar cuidado porque, no passado, esses valores aumentaram de forma intensa. Ou seja, mesmo com variação menores do que a inflação eles ainda estão bem caros”, explica Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.

Por isso, é importante levar em consideração que o valor do metro quadrado, no Brasil, ainda é muito alto – de R$ 8 a 10 mil, em média, nas grandes cidades – e que, além disso, o momento é de instabilidade econômica. “Com a economia do jeito que está, mesmo com os preços de um imóvel ficando mais baixos, não é a melhor hora para encarar uma dívida”, explica Marcela.

Mudanças da Caixa  Econômica Federal

Além disso, é importante ressaltar que a Caixa Econômica Federal, responsável por 70 por cento dos empréstimos para casa própria no país, anunciou algumas mudanças que afetam a vida de quem quer comprar um imóvel.  E, como os juros da Caixa para habitação costumam ser os menores do mercado, eles servem de referência para os demais bancos. Por isso, é bom ficar atento às mudanças:

1 – No começo do ano, a CEF anunciou o aumento das taxas de juros do financiamento imobiliário. Vale lembrar que taxas de financiamentos habitacionais contratados com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida e do FGTS não serão alteradas e, ainda de acordo com a Caixa, a mudança afeta, apenas, quem tem renda acima de R$ 5,4 mil.

2 – A partir de maio, quem for comprar um imóvel usado terá que investir mais. A compra para imóveis avaliados em mais de R$750 mil, através do Sistema de Financiamento Imobiliário, exigirá que o comprador pague, à vista, 60 por cento do valor do imóvel. E as compras até R$750 mil, realizadas pelo Sistema Financeiro da Habitação, precisarão de uma entrada de 50 por cento do valor.

Se você pode esperar para comprar um imóvel

Se você começou a sonhar com a casa própria agora e está visualizando uma boa oportunidade para compra, mas não tem tanta pressa, espere um pouco. “O cenário econômico está perigoso e as mudanças ainda estão acontecendo. Além disso, os valores continuam altos e os preços de um imóvel podem cair ainda mais”, aconselha Marcela.

Por fim, é muito importante ter o dinheiro para compra ou, pelo menos, uma boa entrada. Por isso, se você tem tempo, leve em consideração sua organização financeira e veja quanto tem para dispor, mensalmente, e junte dinheiro.

Se você precisa comprar agora…

… e pode pagar à vista ou dar uma boa entrada

1 – Faça uma boa pesquisa antes de fechar o negócio. Não deixe de checar taxas de financiamento que aumentaram nos últimos meses, caso vá financiar uma parte.

2 – Procure um imóvel que se encaixe a sua realidade. “Se for o caso, em alguns anos, você poderá quitar um imóvel e partir para outro. O que não é seguro é tentar sustentar algo que, daqui algum tempo, você não vai poder pagar”, explica José Vignoli, educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz.

3 – Visite salões e feiras de imóveis e não esqueça de barganhar.

4 – Leve em consideração que, com a desvalorização dos imóveis, os proprietários que querem vender podem aceitar, com mais facilidade, uma contra-proposta. Não esqueça que, em tempos de oferta maior do que a demanda, o lado forte da negociação é o comprador.

5 – Pesquise preços, incluia outras despesas como mudança, pequenos reparos e IPTU na conta e leve em consideração as condições de financiamento e o aumento das taxas de juros são passos importantes antes de adquirir um bem de valor alto.

… mas vai financiar o apartamento

Para entrar em uma dívida a longo prazo, é importante se programar muito bem financeiramente. “Como estamos em um momento de instabilidade financeira, é fundamental ponderar muito bem o que está fazendo e que pode encarar essa dívida ”, aconselha Marcela. Para isso:

1 – Considere o aumento das taxas de juros do financiamento na hora do cálculo. “Por outro lado,  lembre-se que esse aumento pode, de certa forma, ser compensado com a queda dos preços de imóveis ou com a  barganha que pode e deve ser feita na negociação do preço do imóvel”, alerta Vignoli.

2 – Não esqueça que se, no futuro, a taxa de juros cair substancialmente, o tomador do financiamento tem a possibilidade de negociar a portabilidade de sua dívida para outra instituição com taxas mais baixas, o que abrirá a oportunidade, inclusive, de negociar com o próprio banco que já detém o financiamento.

3 – “Ter a oportunidade de comprar a casa própria é sempre um momento especial e com um bom planejamento pode-se tomar o empréstimo mesmo neste momento de juros mais altos. O importante é analisar todas as alternativas e ter muita cautela e  bom senso”. completa Vignoli.

 

Saiba mais:

Como funciona o crédito imobiliário

Vale a pena comprar um imóvel na planta?

O Minha Casa Minha Vida dá para você?

Realize o sonho da casa própria

 

Natália Chagas

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

mbf_banner_noticias_14-p9fas
Como ganhar dinheiro na internet
O mundo digital está cheio de opções rentáveis, mas os golpes também são muitos. Saiba como se dar bem c  [...]
spc-mbf-dia-das-maes-presente-mensagem-especial
9 formas de curtir as férias dos filhos gastando pouco
Como garantir o entretenimento de crianças e adolescentes com programas divertidos, diferentes e, melhor, bar  [...]
PET
Diminua os gastos com seu pet
Na hora de comprar ou adotar um animal de estimação é necessário considerar os gastos com alimentação, c  [...]