63986398

27 agosto 2015
vale-a-pena-franquia-negocio-dicas
Como saber se você se identifica com o segmento de franquia e que cuidados tomar para se dar bem na escolha do seu negócio

A insegurança no emprego gerada pela crise econômica no Brasil tem levado muita gente a refletir: será que eu me daria bem montando meu próprio negócio?

 
Para quem não quer correr grandes riscos e nem quebrar a cabeça para começar do zero, o segmento de franquias costuma ser uma alternativa interessante. Afinal, oferece um modelo de atividade com estrutura já pensada e bem-sucedida em diferentes lugares, além de suporte técnico e estratégias de marketing e de gestão já definidas.

 
Antes de se aventurar num mundo desconhecido, no entanto, é importante observar uma série de medidas para saber se é isso mesmo que você quer para a sua vida e, claro, como fazer para que sua empreitada tenha sucesso!

 
Veja seis atitudes fundamentais para tomar antes de mergulhar no universo das franquias e, ao final, oito ideias de negócios mais baratos para você investir.

 

1 – Conheça o ramo de atuação em que pretende investir

Mais importante do que pesquisar sobre franquias que dão retorno rápido ou que exijam baixo investimento, é preciso se identificar com o ramo que deseja atuar e conhecê-lo a fundo antes de se decidir. Quais são as suas especialidades e talentos? Com quais áreas tem afinidade? Por mais que apenas 3 por cento das franquias fechem no primeiro ano –  contra 23 por cento dos pequenos negócios comuns, segundo a Rizzo Franchise -, empreender é sempre arriscado e você tem de saber onde está pisando para não ser surpreendido. “É preciso ter atitude empreendedora e compreender que vai trabalhar bastante para o negócio realmente dar certo”, aponta Rubens Oliva Rodrigues, diretor de microfranquias da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

 

2 – Conheça a si próprio e saiba seus limites

Contar com toda a retaguarda oferecida pelo franqueador é, sem dúvida, a grande vantagem desse modelo de negócio. Mas isso pode se transformar em algo angustiante caso você tenha a necessidade permanente de criar novas estratégias, alterar a comunicação visual ou inventar produtos para a sua marca. “Para esse tipo de perfil, não indico a franquia, pois ela não permite que se altere aspectos como valor, layout, fachada da loja e muitos outros. É estritamente necessário seguir as regras do franqueador”, alerta Larissa Aline Leite Carvalho, consultora do Sebrae-SP.

 

3 – Cobre informações do franqueador

O franqueador é obrigado a emitir a Circular de Oferta de Franquias (COF), documento que contém todas as informações referentes ao negócio, como balanços e demonstrações financeiras, atividades a serem desempenhadas pelo franqueado, investimento inicial necessário para começar o negócio, taxa de franquia e valor das instalações, dentre outras. “Com esses dados à mão, é que você vai saber se é realmente viável fazer o investimento”, afirma a consultora do Sebrae-SP.

 

4 – Converse com quem já é franqueado

Tão importante quanto cobrar informações do franqueador é conversar com os franqueados para saber o caminho que tiveram de percorrer para obter sucesso e até mesmo aprender com os erros por eles cometidos. Basta pegar os contatos desses empresários no site da própria franquia pela qual você está interessado e tirar as suas dúvidas com eles. Alguns questionamentos interessantes a se fazer neste contato inicial: que tipos de desafios você teve de enfrentar no primeiro ano à frente da franquia? Com quanto tempo obteve o retorno do investimento inicial? Qual o seu faturamento líquido? Quantos funcionários você tem e de quais áreas? Que tipos de atividades você desempenha no dia a dia para manter o negócio em ordem? Quais os seus planos de expansão? Está satisfeito com os resultados?

 

5 – Invista com consciência e capacite-se

Evite fazer loucuras e adquirir empréstimos vultosos para iniciar o negócio. Comece com uma franquia que tenha um valor inicial de investimento que caiba no seu bolso e, dando certo, expanda para empreendimentos maiores. Principalmente no início, é importante ter os pés no chão e não agir por impulso. Lembre-se que nem sempre o negócio dá retorno financeiro rápido. Então, antes de embarcar nessa nova carreira, tenha reservas financeiras para bancar suas despesas pessoais e da empresa durante o tempo que você estima para o início do retorno do investimento.

 

6 – Capacite-se!

É fundamental também buscar capacitação por meio de cursos, palestras e consultorias. Instituições como o Sebrae-SP, o Instituto Politécnico de Ensino à Distância (iPED), a Fundação Getúlio Vargas (FVG) e a própria ABF oferecem diversos cursos online gratuitos que auxiliam o empreendedor iniciante.

 

8 franquias baratas para começar o seu negócio

Com a ajuda dos especialistas, selecionamos algumas franquias interessantes para você começar o seu negócio gastando pouco e com boas chances de ter sucesso:

 
Auto Spa Express: tua na área de estética automotiva e lavagem ecológica delivery, atendendo localmente em endereços comerciais ou residenciais. Investimento inicial: R$ 9,9 mil até R$ 29 mil.

 
Braziliannail: máquina para o design de unhas com decorações e alongamentos. O investimento inicial já inclui o valor do equipamento. Investimento inicial: R$ 6 mil.

 
Home Angels: empresa especializada em cuidar de idosos, adultos e crianças, com metodologia baseada nas práticas recomendadas pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde. Investimento inicial: R$ 15 mil a R$ 35 mil.

 
Light Depil: rede focada no tratamento de fotodepilação com técnica de luz pulsada que promete a remoção de pelos sem dor ou queimaduras. Atende a domicílio ou no sistema Store in Store. Investimento inicial: R$ 9,9 mil a R$ 15 mil.

 
Miss Hollywood: oferece serviços de manicure, pedicure, depilação e cuidados com o cabelo, permitindo a criação de pacotes que podem ser personalizados pelas franqueadas. Investimento inicial: R$ 15 mil a R$ 45 mil.

 
Mundo das Pérolas: ponto de venda físico-móvel e virtual para a comercialização de joias em pérolas no varejo. Investimento inicial: R$ 9,9 mil.

 
Trata Igui Bem: forma profissionais credenciados a tratar piscinas. Investimento inicial: R$ 11,9 mil.

 
Quinta Valentina: franquia de venda de sapatos femininos com canal de vendas diretas personalizadas, que oferece o contato pessoal entre a franqueada e suas clientes. Investimento inicial: R$ 15 mil.

 

Saiba mais:

7 estratégias para divulgar o seu trabalho na internet

Descubra como abrir seu próprio negócio

Paula Aftimus

Paula Aftimus

Jornalista com especialização na State University of New York, editora de publicações e portais do Grupo Abril e especialista em mídias digitais. Passagem acadêmica pelas áreas de Serviço Social e Educação e MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV

Veja também

destinos-fugir-dolar-alto-viagem
10 destinos internacionais não afetados pela alta do dólar
Com o preço do dólar lá em cima, veja opções para viajar para o exterior sem gastar mais do que pode Com   [...]
como-negociar-aluguel-dicas
É hora de negociar o aluguel. Veja como!
O momento econômico do país está vantajoso para o locatário que quer negociar o aluguel. Entenda por que e  [...]
spc-mbf-pedir-dinheiro-emprestimo
Fuja do empréstimo para amigos e parentes
Todos os cuidados necessários – e riscos possíveis – que você precisa conhecer antes de fazer u  [...]