61516151

11 junho 2015

spc-mbf-realizar-desejos-luxo-compras

Mesmo em tempo de crise, você pode se dar ao luxo de pequenos prazeres sem se comprometer com dívidas

O momento não está para grandes gastos. Pelo contrário, o conselho dos especialistas é segurar o impulso “gastador” e economizar. A gente sabe, no entanto, que, no dia a dia, negar-se a pequenos luxos não é tarefa fácil. Segundo pesquisa do SPC Brasil, em média 35 por cento da renda mensal dos brasileiros é utilizada para serviços ou produtos que o consumidor considera de luxo. “Comprar algo que se deseja, em contraposição ao que de fato precisamos, não é necessariamente um problema. O perigo é acumular dívidas e prestações, comprometendo as finanças,”, diz José Vignoli, educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz.

Como então combinar a teoria à prática? Pois a palavra “mágica” para conseguir realizar seus desejos de consumo é: planejamento. Controlando a impulsividade e com paciência para poupar, ter uma roupa da moda, conhecer aquele restaurante badalado ou mesmo viajar aos fins de semana não são sonhos impossíveis – mesmo em época de crise.

“Ao se planejar, a pessoa também acaba revendo certos hábitos, descobrindo o que de fato é importante”, explica Vignoli. Neste planejamento, inclua uma lista de desejos, anotando o que gostaria de fazer ou ter. Vale também estipular o quanto gastará mensalmente com pequenos luxos. “Separe o valor necessário para despesas fixas e construção de uma reserva. Com o restante, defina o que vai para diversão e desejos”, ensina Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil. Com esse valor em mente, você pode gastar sem medo de ultrapassar os limites que sua renda permite.

Como se dar ao luxo de…

…ter uma peça da moda

Considerando que dispõe de uma reserva limitada de dinheiro para pequenos luxos, é preciso abrir mão de algumas coisas para priorizar o que você mais deseja. Para facilitar a tarefa de escolher qual item priorizar, pesquise tendências, avalie com o que vai combinar tal peça e por quanto tempo poderá usá-la. Dividir em várias vezes? Melhor não. Lembre-se que pagar à vista te dá mais margem para negociar, podendo conseguir um desconto melhor. Dessa forma, caso a peça que deseja seja mais cara do que o valor reservado naquele mês para comprá-la, espere o mês seguinte. “Quem sabe entre um mês e outro você dê uma revisada no armário e descubra que na verdade nem precisa daquela peça, preferindo gastar sua reserva em outra coisa que deseja muito?”, diz Vignoli.

…comprar um celular novo

Tratando-se de um item mais caro, tenha em mente que precisará de alguns meses para juntar o dinheiro necessário para este luxo. Por isso planejar-se é tão importante! Embora a poupança não seja, nesta época de inflação alta, o melhor investimento, pode ser uma boa saída se a intenção é simplesmente reservar um dinheiro, tirando-o da conta (para não ter a tentação de gastá-lo). Na poupança você poderá sacar o dinheiro quando quiser, sem cobranças de taxas administrativas ou de imposto de renda. “Muita gente prefere comprar um celular pagando em infinitas parcelas para realizar o sonho mais rapidamente, mas parcelar, em especial nesta época de crise, pode ser uma furada por conta dos juros altos. Prefira poupar e pagar à vista”, ressalta Vignoli. “E, claro, não se esqueça de refletir se precisa mesmo de um aparelho novo, avaliando as suas reais necessidades antes de gastar demais”, aconselha o educador financeiro.

…ir a um restaurante caro

Vira e mexe surge um bar, restaurante ou balada que você “precisa” conhecer, não é mesmo? Antes de tudo, claro, considere se esse “precisa” é de fato um desejo seu ou simples pressão social e, assim, se compensa mesmo gastar seu suado dinheiro no lugar. Decidiu que vale a pena? Pois então planeje-se financeiramente para tal experiência não se tornar indigesta depois, quando chegar a conta do cartão de crédito. Se está sem grana no momento, espere um pouco para conhecer o restaurante novo e exercite sua paciência e capacidade de economizar. Estabeleça o período e quanto precisará juntar para, enfim, conhecer o local. Outra opção é fazer trocas. Por exemplo, se costuma almoçar fora todo dia no trabalho, que tal levar uma comidinha de casa durante uma semana para poder gastar um pouco mais no fim de semana e ir no lugar que deseja?

…viajar no fim de semana

Difícil conhecer quem não ame viajar, não é mesmo? Mas, para dar conta das despesas, planejamento é fundamental. Bem antes de colocar o pé na estrada, anote no papel seus possíveis gastos e comece a guardar dinheiro. O ideal mesmo é sempre contar com uma reserva apenas para esta finalidade. Na hora de escolher seu destino, cuidado com as armadilhas. Desconfie de passagens muito baratas ou lugares da moda. “Pense nos seus gostos e preferências ao montar o seu roteiro e não nos lugares da moda, que provavelmente estão mais caros justamente por estarem em alta”, aconselha Vignoli. Eleito o lugar e já com uma estimativa de quanto deverá gastar, utilize nosso Simulador de Sonhos para definir durante quanto tempo precisará poupar para realizar sua viagem. Lembrando que, se tornar economizar para viagens uma constante no seu planejamento financeiro, poderá viajar muito mais, curtindo muitos finais de semana fora!

Saiba mais

7 atitudes para não sofrer (tanto) com a crise

Descubra a melhor maneira de pechinchar

Como se divertir gastando pouco

Paula Aftimus

Paula Aftimus

Jornalista com especialização na State University of New York, editora de publicações e portais do Grupo Abril e especialista em mídias digitais. Passagem acadêmica pelas áreas de Serviço Social e Educação e MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV

Veja também

dividas-mbf
O que acontece quando não pagamos uma dívida
Nós sabemos que não ter as contas em dia é uma dor de cabeça. Mas o que realmente ocorre quando não pagam  [...]
imagem-mbf
Desfrute de bens e serviços de forma inteligente e barata
Carro, roupas, a viagem das próximas férias. Você sabe qual a maneira mais inteligente de consumir esses be  [...]
spc-mbf-desapegar-economizar
8 dicas para desapegar de bens materiais e economizar!
Descubra maneiras simples de economizar organizando sua casa, sua vida e, consequentemente, seu bolso Admita:   [...]