53595359

03 fevereiro 2015

mbf_banner_noticias_08-987sd (1)

Vestido, convite, festa… veja como organizar um casamento lindo, inesquecível e, melhor, barato!

Vocês ficaram noivos e chegou a hora de começar a planejar a cerimônia e a festa de casamento. É aí que muitos casais se desesperam, afinal, tornar realidade uma festa desse porte pode sair caro. Por isso, é importante racionalizar o momento, por mais difícil que isso seja. “Você não precisa se casar logo depois de ficar noiva, por exemplo. Muitas vezes, começar a guardar um dinheiro com mais de um ano de antecedência pode gerar uma grande economia na hora do sim”, explica Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.
Outra ótima opção para organizar uma festa de casamento dentro de um orçamento justo é seguir alguns passos básicos e sempre se lembrar destes três verbos: planejar, organizar, controlar. “Como sonhar não tem limites, o que o casal deve ter em mente é que a frase ‘o casamento dos meus sonhos’ deve ser substituída pela máxima: ‘o jeito possível de comemorar o meu casamento é o ideal para mim’”, aconselha Morgana Zeefried, organizadora de eventos e assessora de casamento.

Com isso em mente, o Portal Meu Bolso Feliz organizou um passo a passo com dicas valiosas para o casal realizar seu casamento dos sonhos da maneira mais econômica possível:

 

Passo 1 – Faça listas

Comece escrevendo o nome de todo mundo que conhece e que gostaria de convidar. Depois, enumere tudo que gostaria de ter no grande dia. Não se esqueça de itens como vestido, convites, lembrancinhas, bebidas, etc. Estas listas vão te ajudar a entender quais são os itens e convidados mais importantes e que devem ser priorizados.

Para começar esse trabalho, vale pesquisar e se inspirar em sites que oferecem dicas práticas, lista de fornecedores e fotos inspiradoras sobre assunto:

Constance Zahn

Casamentos

Lapis de Noiva

Vestida de Noiva

 

Passo 2 – Estipule um orçamento máximo

Leve em consideração quanto tempo falta para o casamento e quanto já tem e pode reservar por mês para pagar a festa sem, é claro, fazer dívidas fora da sua realidade. Lembre-se de fazer um orçamento bem realista e não tente maquiar a situação real. O mais importante é ter consciência de que o limite não poderá ser ultrapassado.

Aqui, vale lembrar que muitos locais e fornecedores pedem para você quitar todos os pagamentos até o dia da festa, e isso deve ser levado em conta. Para calcular melhor quanto pode gastar e de quanto tempo precisa, use o Simulador de Sonhos.

 

Passo 3 – Pesquise muito

Mande pedidos de orçamento para locais que gostaria de realizar o evento, compare preços e navegue por sites que falam sobre o tema. Quando o assunto é festa de casamento, os preços variam muito! Vale, inclusive, negociar os preços nos fornecedores que você mais gostou (e nessa hora ter parte do pagamento em mãos pode ser vantajoso). Outra dica é pedir conselho para casais que já passaram por isso.

 

Passo 4 – Volte para o passo 1

Já com a informação correta do orçamento e com uma ideia geral de quanto custa cada item, reveja a lista de convidados e deixe apenas os íntimos e aquelas pessoas que são indispensáveis para compartilhar esse momento tão especial. Reavalie, também, a lista de itens considerados essenciais, filtrando-os por ordem de importância e cortando supérfluos. Caso tenha dificuldade para listar o que é importante, a assessora de casamento Morgana Zeefried sinaliza o que, no geral, faz falta:

1 – Convite (online ou físico)

2 – Um local para cerimônia e recepção

3 – Decoração básica

4 – Comida, bebida e doces

5 – Fotos

6 – Música

7 – Vestido de noiva e traje para o noivo

Com essa lista em mente, pense no que você quer para sua festa. “É muito importante se conscientizar que a festa é sua e os convidados estão lá por você”, explica Marcela. Nesse caso, se o vestido de noiva dos seus sonhos sair mais caro do que o esperado, você pode abrir mão, por exemplo, de um convite físico ou, até, de um jantar mais formal para os convidados. E na hora de se comprometer com qualquer um dos gastos, vale primeiro ponderar se a escolha está sendo feita racionalmente. Afinal, é comum que neste momento a emoção prevaleça e leve a gastos acima do necessário. Cuidado!

 

Passo 5 – Fique atenta a 11 dicas práticas que deixam seu casamento mais barato

 

mbf_miniinfo_noticias_v05

 

1- Se tiver oportunidade, faça uma poupança. Se o casal juntar o dinheiro por um tempo e conseguir pagar parte da festa à vista, consegue descontos grandes com os fornecedores. Certifique-se apenas de que se trata de um fornecedor de boa procedência e registre tudo em contrato, evitando problemas futuros.

 

2- Durante os meses que antecedem o casamento, aperte os cintos. Pequenas economias como deixar de sair para jantar e se controlar na hora de fazer compras fazem toda a diferença.

 

3- Fique de olho na data. Casamentos em abril, maio, setembro, novembro e dezembro, em geral, são mais caros. Meses considerados de baixa temporada como janeiro, fevereiro, março, junho e agosto, por exemplo, são igualmente atrativos e saem mais em conta.

 

4- O mesmo vale para o horário do casório. Almoços costumam sair mais baratos que jantares.

 

5- Casar correndo nunca é uma boa opção. Tente planejar a festa com, pelo menos, um ano de antecedência. Assim, você consegue mais tempo para pesquisar, negociar e escolher as melhores opções.

 

6- Não se apegue à marcas famosas e sim à qualidade e eficiência do serviço oferecido. Nomes conhecidos do mercado costumam ser muito mais caros do que fornecedores novos e menores. A dica aqui é experimentar. Fornecedores oferecem workshops, visitações e degustações. O tempo gasto em todas essas provas é muito importante na hora da decisão final.

 

7- O mesmo vale na escolha do vestido de noiva. Procure referências e invista em lojas e costureiros com boa reputação no mercado ou que algum conhecido tenha indicado.

 

8- Para escolher as melhores opções e não ter problemas futuros, visite os locais e pesquise as empresas nos órgãos como Reclame Aqui e Procon. Procedência ruim e atrasos são sempre problemas graves e, nestes casos, o barato acaba saindo mais caro.

 

9- Converse com quem já casou. “Achados”, indicações e dicas extras são sempre bem-vindas.

 

10- Coloque a mão na massa e vá às compras. Muitas vezes, comprar peças como guardanapos e enfeites, em vez de alugar, sai mais barato. Tente locais que vendem por atacado e com preços mais em conta.

 

11- Invista no RSVP (Responda, por favor, na sigla em francês) para confirmar a presença dos convidados. E, se for necessário, ligue para cada um, afinal, brasileiros têm o costume de não responder e-mails. Saber o número exato de convidados ajuda na hora de se programar e cortar custos.

 

Saiba mais:

Como economizar no casamento

Faça sua festa de casamento mesmo na crise

Mini Wedding: Casamento barato que está na moda

 

Natália Chagas

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

spc-morar-fora-do-brasil
Morar fora do Brasil vale a pena?
Se você sonha em morar fora do Brasil e quer arriscar uma mudança de vida, fique atento às dicas e planeje-  [...]
03
Como ficar na moda gastando pouco
  Comprar roupas não precisa ser sinônimo de endividamento! Veja dicas para ir às compras e aproveitar  [...]
meu-bolso-feliz-dia-dos-pais-criança2
Dia dos Pais: 8 presentes baratos e surpreendentes
    Neste Dia dos Pais, veja sugestões de presentes para surpreender seu pai nesta data tão especi  [...]