41894189

17 julho 2014

mbf_banner_noticias_24-grdxi

Cansou da decoração do quarto ou precisa trocar a fiação de todo ambiente? O momento da renovação pode ser necessário, mas não deve pesar no bolso

Por melhor que seja a conservação de uma casa, o tempo não perdoa. Sol, chuva e a passagem dos anos deixam sequelas, tais como encanamentos e fiações prejudicados, acabamento envelhecido, decoração gasta. E mais: muitas vezes, o desejo de renovar a cor, trocar a mobília ou dar uma repaginada no ambiente também é grande. De uma maneira ou outra, quando chega a hora de encarar uma reforma, é necessário ter estrutura e planejamento financeiro. “Tente poupar o máximo possível para aquelas despesas que não podem ser parceladas e faça um bom planejamento, pois as obras sempre saem mais caras do que o imaginado”, aconselha José Vignoli, educador financeiro do Meu Bolso Feliz.

 

A cabeleireira Sônia Regina adiou o quanto pode a necessidade de fazer alguns ajustes em casa. “Conheço tanta gente que teve dor de cabeça com reforma que evitei ao máximo passar por isso. Mas não tinha mais jeito. A parede do meu quarto estava com infiltração, os azulejos do banheiro não paravam de cair, o granito da pia já estava com trincos profundos em dois lugares.Tive que enfrentar a realidade”, conta ela.

 

No entanto, ouvir tantas pessoas que enfrentaram o problema foi positivo para a cabeleireira. Pois conseguiu se precaver de todos os possíveis problemas que pudesse enfrentar.

 

O Meu Bolso Feliz lista  dicas importantes para você garantir uma reforma mais barata:

 

Projeto e planejamento

• “Gastar um tempo com a elaboração de um cronograma é essencial. A pesquisa de valores e quantificação de materiais é importante para evitar desperdícios”, avalia Fernanda Andrade, arquiteta de São Paulo.

• Dê valor ao projeto que vai definir tudo que será feito antes do início da obra. “Indecisões e mudanças durante a obra acabam atrasando o cronograma e aumentando o gasto com material e mão de obra”, completa.

• Além de pesquisar as ofertas, busque também as melhores formas de pagamento. Essa medida pode ajudar e muito na organização com os gastos da obra.  “Mas lembre-se que parcelar é válido, mas pagar juros não”, conclui Vignoli.

 

Mão de obra

• Antes de partir para a reforma propriamente dita, faça vários orçamentos com quem executará a tarefa. “O preço dos serviços subiu muito ultimamente e pode haver diferenças gigantescas entre os valores pesquisados”, comenta Vignoli.

• Cuidado com a organização da obra. “Sem um bom planejamento, você corre o risco de desperdiçar a mão de obra, pois o prestador de serviço, sem o material ou as informações necessárias, não pode dar andamento ao trabalho”, explica Fernanda.

• Tente parcelar o pagamento da mão de obra.  Ponha tudo no papel e faça um bom plano. Essa medida é bastante inteligente para fugir dos juros dos créditos bancários.

 

Compras e reciclagem de materiais

• Na hora das escolhas, tente comprar os materiais necessários em uma mesma loja. “Quantidade e compras encomendadas com antecedência podem ser bons motivos para se conseguir um desconto”, diz Fernanda.

• Lembre-se de reaproveitar e reciclar o que já existe. Que tal pintar um móvel com uma cor diferente ou reformar um armário? O ambiente fica com outra cara e, melhor, o custo é baixo.

• Sobrepor revestimentos pode ser uma boa opção, desde que o fornecedor indique a ação. “A ideia é prática e faz você economizar tempo e mão de obra”.

 

Saiba mais:
Linhas de crédito para construção, reformas, ampliação e conclusão de obras de imóvel

 

Natália Chagas

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

consorcio-vale-a-pena
Tudo o que você precisa saber sobre Consórcio
Com a crise, alta dos juros, crédito mais caro e sem dinheiro para pagar à vista, o consórcio tem aparecido  [...]
spc-mbf-dicas-reformar-casa-sem-gastar
Como reformar sua casa sem gastar muito
Pode ser por um desejo de mudar ou por necessidade, mas reformar um cômodo ou fazer pequenos reparos exige pl  [...]
mbf_banner_noticias_04-3jfdt
Comprar ou alugar um imóvel, o que é melhor?
  Avalie a melhor alternativa para o seu perfil e fase da vida Quando o assunto é imóvel, uma das dúvi  [...]