41434143

03 julho 2014
mbf_banner_noticias_23-frqje
Com a inadimplência em alta, consumidores buscam alternativas para limpar o nome. Mas o Portal Meu Bolso Feliz alerta: cuidado!

Por um algum motivo específico você se viu no sufoco. Dívidas acumuladas, muito dinheiro saindo e pouco entrando. Neste momento, surge na sua frente uma empresa que promete retirar seu nome da lista de negativados pagando pouco.

E mais: pesquisando as opções na internet, mais opções aparecem. Algumas prometem uma renegociação milagrosa e outras garantem limpar seu nome sem gasto algum. O problema é que, na maioria dos casos, essas empresas não explicam como farão isso. “Não existem milagres no mercado. Se há uma dívida e ela está registrada em algum serviço de proteção ao crédito, ela não pode simplesmente desaparecer. Acreditar em facilidades milagrosas é o primeiro passo para se fazer algo que no fundo sabemos que não é correto”, diz José Vignoli, educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz.

Não é ilegal contratar alguém para tentar renegociar sua dívida, mas algumas empresas que fazem isso na verdade são criminosas. Segundo pesquisa realizada no SPC, 5% dos entrevistados afirmaram que foram vítimas de golpes de empresas que prometem limpar o nome dos registros de proteção do crédito. Veja.

FIQUE ATENTO ÀS DICAS PARA NÃO SER VÍTIMA DE ALGUM GOLPE.

– A promessa da diminuição dos juros cobrados costuma ser falsa ou exagerada. Essa negociação depende do credor aceitar ou não a proposta.

– O mesmo vale para promessa da dívida renegociada. A empresa fará isso para você? Como?

– Limpar seu nome sem pagar a dívida é impossível. Se o acordo for esse, o processo é ilegal.

– Quando você tem certeza de que a dívida é injusta (por exemplo, se você foi vítima de uma fraude que sujou seu nome), entre em contato com seu credor. Depois da conversa, formalize a situação por email e peça que ele limpe seu nome em dez dias. Se isso não acontecer, procure um advogado de sua confiança.

A MELHOR MANEIRA DE LIMPAR SEU NOME 

– Levante o valor total de suas dívidas, o número de prestações previsto e os juros embutidos nela.

– Se você acha sua dívida alta demais, vá até seu credor e converse sobre seu problema pessoalmente. A estratégia é simples e costuma dar certo. “Tente renegociar os juros e o prazo de pagamento, mostrando que você tem interesse em pagar. Isso deixará seu credor com mais interesse em renegociar seu débito”,

– Encare sua real condição financeira e faça uma proposta que caiba no seu bolso.  Reavalie – junto ao credor – os juros da dívida ou peça descontos no pagamento à vista.

– Tente trocar sua dívida por uma modalidade de crédito que tenha juros mais baixos, como o crédito consignado.

– Reúna a família e estabeleça uma estratégia para reduzir custos e aumentar a renda familiar.

– Evite ir às compras. Um descontrole emocional pode complicar ainda mais sua situação.

Saiba mais sobre “Como Limpar seu Nome” no Portal Meu Bolso Feliz

 

Natália Chagas

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

mbf_banner_noticias_12-m0937
Vale a pena comprar um imóvel na planta?
Vejas as vantagens, as desvantagens e os riscos de investir em um empreendimento que ainda não saiu do papel   [...]
viagem-mbf
O que considerar antes de decidir morar fora do Brasil
Há prós e contras ao começar uma nova vida em outro país, por isso é preciso pensar bem antes de tomar um  [...]
mbf_banner_noticias_08-dnjui
9 dicas pra você não sabotar a própria conta bancária
Pratique o autocontrole financeiro e proteja seu dinheiro Não importa a sua situação bancária, aquele sapa  [...]