56845684

26 março 2015

spc-mbf-financas-familia-organizar

Conversar sobre dinheiro, em casa, é mais importante do que parece. Veja como se educar financeiramente junto aos familiares e organize as finanças na família

Compartilhar os gastos particulares, saber quanto o outro ganha e se reunir para discutir faturamento e planejamento financeiro familiar: essas atividades deveriam ser hábitos comuns em todas as famílias para garantir sua saúde financeira. No entanto, não é isso que acontece com a maioria dos brasileiros.

 
Segundo pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pelo Portal Meu Bolso Feliz, mais de um terço dos brasileiros casados não sabe quanto ganha o parceiro e apenas 31 por cento das famílias conversam com frequência sobre os gastos da casa. “Esses números deveriam ser diferentes. A disciplina e o diálogo em família para cuidar do dinheiro da casa são fundamentais para uma vida financeira saudável e organizada”, explica José Vignoli, educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz.

 
Para tentar mudar os hábitos financeiros familiares, o Portal Meu Bolso Feliz elaborou, a partir dos dados da pesquisa, um caminho a ser seguido para organizar as finanças na família. Será que você comete algum dos equívocos abaixo?
 
spc-mbf-financas-familia-organizar-infografico

 

Equívocos ao organizar as finanças na família

Veja abaixo os principais erros ao lidar com o dinheiro na família e aprenda como dialogar para melhorar as finanças em casa.

 

Erro 1: Não compartilhar problemas e assumir sozinho todas as despesas da casa

Em 33 por cento dos casos um integrante paga todas as contas e quando chega o momento de decidir sobre os gastos da casa, 44 por cento dos entrevistados garantem que tomam as decisões em conjunto com os outros familiares. Mas, quando apenas um membro paga as contas, esse número cai para 21 por cento dos casos. Dessa forma, a falta de diálogo pode ser um problema para a organização familiar. “O envolvimento de todos no orçamento doméstico é um dos caminhos para se alcançar não só o equilíbrio financeiro, mas também os sonhos da família”, explica Vignoli.

 

Erro 2: Não conversar sobre gastos pessoais

Um em cada quatro entrevistados não compartilha seus gastos pessoais com membros da família. De acordo com a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, os dados da pesquisa revelam que as mulheres se mostram ainda mais reservadas. “De acordo com a pesquisa, 39 por cento delas não revelam suas contas pessoais aos parceiros”, diz a economista. Esconder do parceiro hábitos comuns, torna praticamente impraticável a organização financeira conjunta. Por isso é tão fundamental que a parceira ou parceiro esteja a par e igualmente comprometido na missão de gerenciar o dinheiro e, em especial, poupar – seja para realizar algum sonho ou pensando na aposentadoria.

 

Erro 3: Não poupar de maneira conjunta

Os dados também confirmam que muitos brasileiros não têm o costume de guardar dinheiro para o futuro: quatro em cada dez entrevistados afirmam que sua família não possui poupança. De acordo com o estudo, quando sobra algum valor inicialmente reservado aos gastos familiares, a atitude mais comum é direcionar o dinheiro para as despesas do mês seguinte. “Sempre que possível, deve-se procurar manter algum dinheiro guardado, seja para as emergências, seja para aprimoramento profissional e realização de sonhos. Mesmo que se comece com um valor muito baixo, é o hábito de poupar o mais importante, não a quantia”, orienta Vignoli.

 

Eliminados os erros, veja dicas para organizar as finanças da família

•  Tenha planos conjuntos com esposa, marido e filhos. Dividindo as informações e envolvendo todo mundo, fica mais fácil atingir os objetivos;
•  Sempre converse sobre dinheiro com sua família, tanto nos momentos bons quanto nos momentos ruins. Desta forma, quando a dificuldade aparecer o assunto será tratado de forma natural e todos tendem a ajudar mais;
•  Adeque o estilo de vida de toda a família à realidade financeira em que vocês vivem. Ostentações e gastos desnecessários de qualquer membro da família podem desestabilizar a saúde financeira de todos;
•  Acredite na disciplina financeira e no hábito de poupar como motor do desenvolvimento de sua família. O investimento a longo prazo trará bons frutos para todos. Acredite nisso.

 

Saiba mais:

6 dicas para evitar brigas por dinheiro no casamento

Dicas para evitar problemas com dinheiro em casa

Natália Chagas

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

mbf_banners_portal_223x86_29
Como ganhar dinheiro usando o WhatsApp
Aprenda a usar o aplicativo WhatsApp para aumentar suas vendas A velocidade de comunicação proporcionada pel  [...]
mbf_banners_portal_223x86_06
9 dicas para educar financeiramente as crianças
De que forma agir, no dia a dia, para transformar seu filho em um adulto financeiramente responsável e inteli  [...]
como-negociar-aluguel-dicas
É hora de negociar o aluguel. Veja como!
O momento econômico do país está vantajoso para o locatário que quer negociar o aluguel. Entenda por que e  [...]