87608760

11 janeiro 2017

Está desempregado e não sabe por onde começar a procurar uma nova oportunidade? A tecnologia pode te ajudar

Os brasileiros já sabem que a taxa de desemprego está alta. Em outubro, a taxa de desocupação era de 11,8% segundo dados do IBGE. Por isso, quem está em busca de novas oportunidades precisa saber como se destacar na procura por um novo emprego, buscando maneiras de otimizar essa corrida por uma oportunidade. “Há 6 meses eu perdi meu emprego de recepcionista de uma clínica estética. Na hora de buscar uma recolocação, quem mais me ajudou foi meu celular. Baixei vários apps e alguns apitavam quando surgia algo com meu perfil. A tecnologia nos permite ficar mais antenada e acredito que, assim, não deixamos passar boas vagas”, conta Ligia Cunha. Além disso, com a expertise dos apps é possível identificar empresas que tenham a ver com o que você procura e, claro, te colocam em contato com os recrutadores certos. E tem mais: “os apps, ou plataforma responsiva dos sites de empregos, sãos alguns dos melhores meios de chegar ao público que busca emprego nos dias atuais. Para se ter uma ideia da importância destes mecanismos, no site de empregos www.vagasonline.com.br com mais de 8 milhões de currículos e mais de 10 mil empresas anunciante de vagas, 85% dos acessos de candidatos em busca de empregos são feitos por celular ou tablet, seja para cadastrar ou atualizar o currículo e buscar vagas”, explica Cezar Tegon, presidente da Elancers e especializado na área de RH há 25 anos. Além disso, a grande maioria das empresas querem anunciar suas vagas e ter candidatos o mais rápido possível para fechar suas vagas, portanto, as facilidades tecnológicas que aceleram seu trabalho são muita bem vindas para as empresas. Tanto apps quanto as plataformas responsivas cumprem esta missão e trazem economias significativas para as empresas.

Pensando em tudo isso, e para você otimizar seu tempo e sua busca pelo próximo emprego, listamos 6 boas opções para você baixar agora mesmo:

1 – Emprego ligado: a sacada desse app é te ajudar a conseguir um emprego e, de quebra, economizar no transporte. Com o aplicativo para Android, o usuário se cadastra pela página da web ou pelo celular e informa o grau de escolaridade e as áreas de trabalho de maior interesse – que passam por limpeza, telemarketing, administração e outras. Depois, o candidato passa a receber e visualizar vagas de acordo com sua cidade e localização atual e pode agendar entrevistas.

2 – Worker Hunt: o aplicativo está disponível em navegadores e para smartphones com iOS e já tem mais de 4 mil usuários cadastrados em todo o país. Entre as ocupações mais requisitadas estão arquitetos e babás. O profissional se cadastra pelo site ou aplicativo e deve selecionar uma das três categorias de perfil: Worker (para profissionais de qualquer área com ou sem diploma), TraineeWorker (para estagiários) ou FreeWorker (para qualquer pessoa em busca de trabalho fixo ou temporário como freelancer). Depois de atualizar o currículo, seus dados ficam disponíveis para consulta de empresas em busca de talentos nas proximidades.

3 – Pin People: o app é o Tinder do mundo corporativo e promete dar um match no emprego perfeito para você. Para participar, o candidato preenche um questionário chamado “Jeito de Ser” enquanto a empresa cadastrada no serviço envia um formulário para que seus próprios funcionários que vão contar ao app como a empresa é. Depois, as informações de candidatos e empresas começam a se cruzar.

4 – Elancers O aplicativo Elancers – sistema de recrutamento e gestão de pessoas – pode ser interessante para quem está procurando emprego. Ele divulga mais de 40 mil vagas de empresas. Um diferencial do aplicativo é que ele avisa o usuário sobre vagas compatíveis com seu perfil.

5 – Catho no celular: Disponível para dispositivos Android e iOS, com o aplicativo da Catho é possível cadastrar seu currículo, pesquisar por vagas de empregos de acordo com seu perfil e seus desejos, marcar como favorita determinadas vagas e receber alertas de emprego através do e-mail. Ainda possui matérias exclusivas sobre profissões e carreiras!

6 – Linkedin Job Search: com o app do Linkedin fica muito mais fácil saber quando uma nova oportunidade foi postada. Você pode buscar vagas através de palavras-chave e cadastrar perfis de interesse. Além disso você pode receber recomendações e notificações automáticas de oportunidades que tenham a ver com você.

Busque trabalhos extras

Apesar dos esforços para conseguir um novo emprego, a procura pode demorar. Uma boa opção para engordar a renda é buscar trabalhos extras. Segundo pesquisa do Datapopular, 68% dos brasileiros buscaram tarefas adicionais e 48% contam ter feito horas extras para complementar ganhos. Ainda de acordo com a pesquisa, um em cada quatro trabalhadores da classe C no país (42%), precisam fazer bicos para honrar o pagamento das contas.

Enquanto você não encontra um emprego, outra medida necessária é seguir algumas dicas para manter sua saúde financeira e não entrar no vermelho!

  • Corte gastos – Avalie suas contas, faça a revisão de todos os gastos e analise o que realmente é prioridade. A palavra-chave do momento é enxugar! Como? Reduzindo as saídas para comer fora, cortando presentes fora de hora e compras impulsivas, além de gastos não planejados. Nesta fase, deve-se gastar somente com o necessário. “Além disso, pode-se também reduzir ou cortar alguns serviços, renegociar a tarifa de TV a cabo, internet, telefonia ou até rever prazo de pagamento de bens adquiridos”, aconselha José Vignoli, educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz.
  • Peça ajuda dos familiares – “Na missão de reduzir os gastos, a família deve estar totalmente comprometida, entendendo a situação e contribuindo, cada um à sua maneira, para cortar despesas”, diz Vignoli. Supérfluos no mercado, custos com celular, academia, tudo isso deve ser revisto, o que afetará diretamente a família.
  • Fuja de dívidas – Caso tenha dívidas, procure renegociar ou o pagamento completo da quantia ou o valor das parcelas. Quitar os valores evita que os juros da dívida cresçam e ela se torne impagável a longo prazo. Lembre-se que, não conseguindo quitar suas dívidas, pode acabar com o nome sujo, o que tornará ainda mais complicado encontrar um novo emprego. E sempre fuja de novos compromissos financeiros. Nesta fase de aperto busque o pagamento a vista.

 

Natália Chagas

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

Como economizar no dia a dia
Como economizar em tempos de inflação
Atitudes simples para você chegar com a conta no azul no fim do mês Ao passar pelo caixa do supermercado, um  [...]
Mês
Você sabe quanto realmente recebe por mês?
E talvez seja apenas isso que você precisa para organizar suas contas de vez Uma pesquisa realizada pelo SPC   [...]
mbf_imagens_site_19
Brasileiros não se preparam para a aposentadoria
Veja as dicas de quanto e como poupar para o futuro. Saiba também as vantagens e as desvantagens da aposentad  [...]