66896689

12 novembro 2015
plano-guerra-mbf
O fim do ano está chegando e a resolução para 2016 é começar o novo ciclo com a vida financeiramente organizada. Então monte um plano de guerra!

Já é possível avistar 2016 e você ainda está com algumas pendências financeiras, o cheque especial continua sendo usado e está difícil  seguir as dicas dos especialistas financeiros porque é muito complicado colocar tudo em prática.

Pois é, nós sabemos que a disciplina da organização financeira é um hábito que custa a ser incorporado na nossa rotina. Além disso, é preciso descobrir onde está o problema e  esperar para colher os frutos. Portanto, tenha calma! Para ajudar todo mundo a atingir seus objetivos e fechar o ano de forma mais tranquila, nós preparamos um plano de guerra.

 

Plano para vencer a desordem financeira

 

Primeiro passo: Faça um levantamento de suas entradas e saídas!

Para isso, identifique sua renda líquida, ou seja, o valor que realmente entra na sua conta todo mês, já descontados os impostos e deduções. Depois, liste todos os gastos do mês. É importante tentar se lembrar até mesmo dos pequenos gastos como cafezinho, estacionamento, condução. Provavelmente você terá dificuldade de lembrar essas informações, o que te mostra como é importante anotar os seus gastos diariamente para não deixar nada de fora do levantamento.

 

Segundo passo: Organize as informações que você levantou

Para isso, registre tudo que entra e sai.  Você pode fazer isto numa caderneta, planilha ou contar com o Simulador Diagnóstico Financeiro. Para ajudar, separe suas despesas em grupos como alimentação, lazer e moradia. Essa divisão facilitará sua vida mais para frente. Dessa maneira você poderá avaliar suas finanças e verificar se está – e o quanto está – gastando mais do que recebe e em que grupo de despesas este estouro do orçamento é predominante. Ou seja: se você ganha R$1.000 e a soma dos seus gastos deu R$1.300, é hora de começar a planejar sua rotina e pedir ajuda de todos os membros da família responsáveis por estas despesas para que também economizem e cortem gastos.

 

Terceiro passo:Verifique as dívidas existentes

No campo dos gastos, também devem ser incluídas as dívidas que você tem a pagar. Se tem pendências em aberto, para cada uma, anote o valor total do saldo devedor, o valor que está pagando de prestação e quanto está pagando de juros e taxas para poder analisar tudo o que está sendo cobrado. Depois, organize essa lista da dívida mais cara para mais barata e use o Simulador de Troca de Dívidas para diagnosticar se pode gastar menos do que está gastando na quitação de todas elas. As dívidas em atraso merecem atenção especial.

 

Quarto passo: Estipule metas para realização de sonhos

Trace metas e sonhos. Elas devem ser variadas e contemplar horizontes diferentes como, por exemplo, 1 ano, 5 anos e 10 anos.É preciso definir quanto de dinheiro é necessário guardar – e por quanto tempo – para realizar todas elas. Use o Simulador dos Sonhos para checar em quanto tempo vai conseguir alcançá-las. Esse passo te dará motivação para colocar seu plano em prática.

 

Quinto passo: Hora de cortar gastos

Reserve um tempinho para definir o que precisa fazer, efetivamente, para economizar. É possível rever o lazer, as despesas com telefone e TV por assinatura e internet e os gastos com o supermercado? Seus filhos podem ajudar? O objetivo é saber como cortar esses valores extras do seu orçamento e, de preferência, registrar esses cortes, o que torna a economia mais real para todos da família.

 

Sexto passo: Estude maneiras de ganhar mais dinheiro

Como? Vendendo algum bem que não usa mais, organizando um bazar de roupas ou dedicando tempo para algum trabalho extra.

 

Sétimo passo: Invista seu dinheiro

Você pode pensar: “mas eu não tenho dinheiro nenhum agora!” Mas o importante é ter consciência de que dá para começar com pouco dinheiro e se disciplinar. Analise as opções de investimentos oferecidas pelo seu banco, compare com outros bancos e comece a entender como funcionam essas aplicações. Se possível, peça ajuda do seu gerente para identificar seu perfil de investidor.

 

Oitavo passo: Agora, pense no futuro

Sua estratégia para mudar de vida está quase completa. Você já tem o valor que vai pagar nas parcelas das dívidas, onde vai economizar e quando vai conseguir começar a poupar.  Então, anote senhas, valores, adquira uma pasta para arquivar comprovantes e conscientize-se. A partir desse passo, você precisará reservar um dia da semana, toda semana, para se dedicar às contas e à sua organização financeira, inclusive conferindo extratos e contas do cartão de crédito.  Neste dia você vai anotar o que gastou na semana que passou e checar se está conseguindo seguir seus planos.

 

Com os 8 passos completos, você perceberá que sua vida financeira já está muito definida e clara na sua cabeça – e no papel. Com planos traçados, valores anotados e consciência de tudo que precisa fazer, você vai começar um novo ano muito mais tranquilo financeiramente. Pode apostar.

 

Saiba mais:

Os riscos de uma vida financeira desregrada

Como organizar as finanças a dois

6 dicas para usar seu 13º da melhor maneira

Natália Chagas

Natália Chagas

Jornalista, com especialização em marketing e vasta experiência em revistas e portais de notícia. Foi editora de mídias digitais do grupo GR1 Editora e produziu conteúdo para diversas publicações do Grupo Abril, Editora Globo, Folha de São Paulo, entre outros.

Veja também

mãe
O melhor presente para a sua mãe custa pouco
Sugestões incríveis a partir de R$ 12 e uma dica de amor infalível Para a publicidade, mãe gosta mesmo é   [...]
mbf_banner_noticias_18-x30ab
Realize o sonho da casa própria
Dicas inteligentes para comprar seu imóvel sem dor de cabeça Entre todos os sonhos de consumo da maioria das  [...]
mbf_banner_noticias_12-rv21n
7 dicas para vencer a crise financeira no casamento
Especialistas apontam medidas para o casal e a conta bancária serem felizes para sempre A Universidade de Kan  [...]