77237723

12 julho 2016

autonomoFotoNoticia

Veja como aumentar  sua renda em qualquer época!

Algumas profissões são autônomas por natureza, como é o caso de representantes comerciais, donos de pequenos comércios, profissionais ligados a àrea de serviços, dentre outros.

Os profissionais autônomos estão incluídos em uma parcela da população que geralmente sente as crises e dificuldades financeiras de forma mais acentuada, pois conta apenas com seus próprios esforços na garantia de sua renda. Ao mesmo tempo, estes profissionais dependem apenas de si mesmos para definir seu objetivo e correr em busca de seus ganhos,  o que exige um grande planejamento, que pode fazer com que a crise signifique oportunidade de expandir negócios e aumentar a renda.

Algumas vantagens desse tipo de atuação são não ter um horário de trabalho fixo e predeterminado e não ter um vínculo fixo com um empregador. Mas também existem desvantagens, como a incerteza do valor do rendimento que receberá no final do mês e do próprio trabalho a ser executado.

Confira nossas 7 dicas para ser um profissional autônomo e aumentar sua renda!

passoApassoAutonomo

1. Invista em formação

Independentemente do tipo de trabalho autônomo escolhido, é preciso buscar atualização. Assim, por exemplo, se você quer ser massoterapeuta, procure cursos na área com diversas técnicas de massagens e outras formas de relaxamento.

Busque materiais na própria rede e cursos que podem ser feitos online, sem sair de casa, pelo computador. O importante é sempre buscar um diferencial, e ele pode ser obtido com muito esforço, estudo e dedicação.

2. Esteja regularizado

Para atuar como profissional autônomo e aumentar a sua renda, é necessário estar de acordo com a lei, para que não tenha seu negócio não corra o risco de ser fechado por falta de alvará, licença ou algum tipo de registro. Procure a prefeitura de sua cidade para saber as exigências para poder atuar como autônomo.

Verifique tudo com atenção, pois em alguns casos, de acordo com a prefeitura e com o serviço prestado, pode acontecer a isenção do ISS, que é o Imposto sobre Serviços ou até existirem outras vantagens. Estar em dia com estas e outras obrigações faz com que você não tenha que pagar qualquer multa nem sofra qualquer tipo de sanção dos órgãos públicos, o que também é saudável para as finanças.

3. Gerencie suas finanças

No caso dos autônomos, o gerenciamento das finanças e ainda mais importante. Fique sempre atento ao seu faturamento. E lembre-se que  é comum que existam meses com maior e menor entrada de recursos, o que vale também para as despesas, o que exige planejamento por parte do empreendedor. A ideia é que você guarde dinheiro nos meses com maior entrada de renda e guarde para os meses em que há menos demanda pelo seu trabalho.

Não se esqueça que existem alguns gastos fixos que irão ocorrer independentemente das vendas. Assim, é necessário criar uma reserva para eventuais faltas de faturamento, o que pode evitar a inadimplência em suas contas. Invista no uso de planilhas e aplicativos que podem facilitar essa tarefa e ajudar a controlar suas finanças.

A melhor forma de ter tudo controlado é procurar saber como funciona um “fluxo de caixa” que é um controle de tudo que entra e que sai de dinheiro da sua atividade. Através dele você conseguirá prever as eventuais necessidades e poderá se antecipar na correção de rumo. Veja aqui dicas para garantir a saúde financeira da sua empresa, ou para trabalhadores autônomos.

4. Utilize seu tempo de maneira inteligente

Se você é o seu patrão e não tem horário precisa  estabelecer uma rotina de trabalhos para garantir a disciplina e dedicação. Crie sua própria rotina, coloque no papel se for preciso e revise sempre. Mas será que isso é preciso? Sim, já que mesmo não tendo uma rotina ou um chefe, você precisará apresentar resultados que serão medidos pela quantidade de vendas ou serviços que você prestou.

Divida seu tempo para o trabalho autônomo, a rotina da casa e outras necessidades, mas todo cuidado para que as tarefas sejam executadas de acordo com as horas que foram definidas para cada uma delas. Caso contrário, você corre o risco de ficar frustrado e ter baixo rendimento e, por consequência, faturamento.

5. Fidelize seus clientes

Durante o exercício do trabalho, busque fidelizar seus clientes, pois esta prática é fundamental para a longevidade de seu negócio e até mesmo para a conquista de novos clientes, pois clientes fiéis tendem a indicar o serviço à sua rede de contatos.

Ter um bom relacionamento e estar sempre disponível para eventuais dúvidas ou resolver problemas com agilidade é essencial na fidelização. Procure oferecer preços ou condições de pagamento diferenciadas mostrando para seus clientes que eles são especiais.

Apresente o diferencial dos seus produtos ou serviços e mostre o valor adicional que você tem para oferecer. A satisfação do seu cliente fará com que ele volte a consumir os serviços oferecidos por você. Quanto mais ele voltar e indicar outros clientes, maior é a possibilidade de aumentar de seus rendimentos.

Mas lembre-se que a qualidade dos serviços, a pontualidade, a sua imagem e o cumprimento do que foi combinado são essenciais para o sucesso de qualquer atividade.

6. Utilize a internet a seu favor

Use a internet para divulgar seu trabalho. Crie um website ou página nas redes sociais com conteúdos de qualidade e que despertem em seu público-alvo a vontade de conhecer os seus produtos e serviços. Não se esqueça de atualizar e responder, de forma educada, a todos os comentários, até mesmo os negativos.

7. Reserve um tempo para você

Ao iniciar o planejamento para começar a trabalhar como autônomo, muitos profissionais esquecem de reservar um tempo para eles mesmos, seja no final de semana ou a programação das tão merecidas férias.

Esse tempo, geralmente conhecido como ócio produtivo, é preciso para recarregar as energias e, em muitos casos, para buscar novas ideias para o seu negócio e sua carreira. Então, não deixe de incluir em seu planejamento pequenos períodos para descanso e para aproveitar com sua família.

Em suma, para ser um profissional autônomo e aumentar a renda, você precisa entender esse tipo de trabalho, suas vantagens e desvantagens, planejar a carreira e investir em formação. Além disso, é necessário estar de olhos atentos à regularização, o que pode incluir a possibilidade de abertura de uma empresa e a constante busca pelo equilíbrio nas finanças. Por fim, é preciso estar de olho no uso inteligente do tempo e da internet e não esquecer de reservar um tempo para aproveitar a vida e recarregar as baterias!

E aí, gostou dessas 7 dicas essenciais para se tornar um profissional autônomo e ter sucesso? Agora confira como você pode poupar seu dinheiro e realizar seus sonhos!

Veja também

spc-mbf-compras-on-line
Compras on-line: cuidado para não se endividar!
A facilidade da internet pode acabar se tornando uma armadilha para o bolso. Veja aqui o que você deve consid  [...]
mbf_banner_noticias_03-s8yll
O melhor lugar para assistir os jogos do Brasil na Copa
Opções divertidas e baratas para você acompanhar a seleção brasileira durante os jogos Não tem jeito,    [...]
mbf_banner_noticias_23-frqje
Atenção aos intermediários na hora de quitar dívidas.
Com a inadimplência em alta, consumidores buscam alternativas para limpar o nome. Mas o Portal Meu Bolso Feli  [...]