62876287

28 julho 2015
mbf-ideias-para-ganhar-grana-extra
Veja ideias para aumentar sua renda, ganhar uma grana extra neste momento de crise e, quem sabe, ainda descobrir um novo talento ou ramo de atividade

Com aumentos estimados de 9,1 por cento na gasolina, 41 por cento na energia elétrica, 8,8 por cento no preço dos alimentos e sabe-se lá quanto nos produtos importados, devido à alta do dólar, é fácil entender por que o seu salário já não dá mais conta de cobrir as despesas do dia a dia ou mesmo lhe permitir algumas regalias, antes possíveis vez ou outra.

Sim, a inflação não está para brincadeira e, em algum momento – se já não estiver fazendo isso -, você se verá cortando consideravelmente suas despesas mensais. Uma segunda opção, complementar a economia, é arrumar um trabalho para “engordar” a renda e manter seu atual padrão de vida. Segundo pesquisa do Datapopular, 68 por cento dos brasileiros, apenas neste ano, buscaram tarefas adicionais e 48 por cento contam ter feito horas extras para complementar ganhos. Ainda de acordo com a pesquisa, um em cada quatro trabalhadores da classe C no país (42 por cento), precisam fazer bicos para honrar o pagamento das contas.

Pensando nesta alternativa, listamos uma série de sugestões para ajudá-lo a fazer a melhor escolha. “O trabalho complementar, por ser realizado após o expediente ou nos finais de semana, deve ser feito em áreas que as pessoas já tenham habilidades e prazer de atuar, além de suprir possíveis oportunidades do mercado”, afirma a consultora em RH, Pauline Machado, diretora da Legado Consultoria. Veja abaixo 10 ideias para ganhar uma grana extra!

1 – Artesanato

São inúmeras as possibilidades trazidas pelo trabalho com artesanato. Basta ter habilidade para atividades manuais e um público que se interesse pelo serviço. O que não faltam são revistas, livros e tutoriais na internet para aprender a elaborar os produtos que mais fazem sucesso, como objetos decorativos nos lares e até mesmo para festas de crianças. Além disso, usando as redes sociais, é possível divulgar o seu trabalho sem qualquer gasto e se inspirar em casos de sucesso! Sites como o Artesanato na Rede e Programa Arte Brasil ajudam tanto com cursos e tutoriais quanto na divulgação.

2 – Aulas particulares

“Por que não oferecer meus conhecimentos de inglês ou outro idioma a escolas e cursos de línguas, ou até mesmo para aulas particulares em casa?”, indaga a consultora Pauline Machado. O mesmo vale para quem é bom em matemática, português, música e demais atividades que possam ajudar outras pessoas a melhorar os seus níveis de conhecimento. Pense mais sobre isso e, possivelmente, encontrará algo em que possa fazer a diferença na vida de alguém e ainda ganhar uma grana extra.

3 – Consultoria

Profissionais de destaque em sua área de atuação costumam se dar bem nos serviços de consultoria. Afinal, sempre haverá alguma empresa ou mesmo profissionais com problemas de gestão e procedimentos a serem aperfeiçoados, o que muitas vezes demanda a ação de um consultor externo e independente. Sonde possíveis clientes na empresa em que você trabalha, faça contatos, produza um site para mostrar o seu trabalho, ofereça palestras e workshops e logo as primeiras oportunidades começarão a pintar. “Já vi muitos casos como estes em que a renda extra acaba se tornando a principal. O importante, antes de começar, é estipular o quanto você precisa e batalhar por essa meta”, aconselha a coaching financeira Carina Lippi, do Instituto de Coaching Financeiro.

4 – Confeitaria e doceria

Com talento na cozinha e um tempinho de sobra para fazer seus quitutes, está esperando o que antes de começar a vender para fora? Habituado a fazer questionamentos como este a seus clientes, o coaching financeiro Wilson Magalhães indagou a si mesmo sobre o tema e passou a produzir bolo de pote para vender no serviço. “Uma fatia de torta onde trabalho custa por volta de R$ 12 e, muitas vezes, o pessoal deixa de comer por causa do preço. Ao perceber isso, comecei a vender os bolos por R$ 6 e hoje já lucro quase R$ 500 por mês, trabalhando apenas três vezes por semana”, relata.

5 – Estética

Manicure, pedicure, massagem, esfoliação corporal são apenas algumas das possibilidades oferecidas na área de estética. Existem várias opções de cursos para aprender essas profissões e rapidamente começar a atender clientes em casa ou nos salões de beleza. Com a inflação em alta, tende a aumentar a procura por profissionais que cobrem um valor menor, trabalhando de casa. É transformar a crise em oportunidade!

6 – Garçom

Festas de aniversário, casamentos, reuniões corporativas, bares, restaurantes… são dezenas de opções para quem pretende se arriscar no ofício. “Nos EUA é muito comum os jovens trabalharem neste tipo de bico para ajudar no pagamento da faculdade. Eu fiz justamente isso, trabalhei de garçom em bares e em alguns eventos para complementar minha renda, já que precisava pagar meu aluguel e estudava o dia todo”, conta o administrador de empresas Rafael Batista. “Eu adorava! Conheci muita gente bacana e ainda ganhei experiência profissional, aprendendo a lidar com pessoas, ter agilidade, jogo de cintura e pensar rápido”, complementa.

7 – Produção de bijuteria

Para quem tem bom gosto e talento artesanal, essa é uma excelente opção. “Investir na produção de bijuterias é uma boa solução, desde o investimento na compra das peças quanto em cursos para aprender a produzir. Neste ramo, algumas lojas não cobram pelos cursos, desde que compre o material no local”, explica a consultora Pauline Machado. Ou seja, gasta-se pouco para produzir as peças, que podem ser vendidas por um bom preço.

8 – Promoção de eventos

Este é um outro ramo em que as oportunidades se multiplicam. Que o diga a jornalista Fernanda Guimarães, que decidiu atuar como hostess em eventos após ficar dois anos desempregada. “Hoje, mesmo empregada, continuo trabalhando em congressos, feiras, festas de aniversário e casamentos aos finais de semana. Em novembro e dezembro o que ganho nestes eventos chega a ultrapassar minha renda como jornalista”, garante ela. Procure por agências de eventos e apresente seu currículo.

9 – Revendedor

Quem não conhece alguém que só sai de casa se estiver com aqueles famosos encartes de cosméticos debaixo do braço, para revender aos amigos? Se você não tem grandes habilidades nas áreas descritas acima, mas possui tino para as vendas, é possível engordar substancialmente a renda mensal revendendo não apenas cosméticos, mas também bijuterias, artesanatos, lingeries, roupas em geral e até mesmo cupcakes. Informe-se a respeito e verá que, bastando boa comunicação, é possível se dar muito bem nessa área!

10 – Serviços de informática

Desde o conserto de computadores até a produção de equipamentos personalizados mais baratos do que os encontrados nas grandes magazines, os serviços de informática têm alto potencial de complementar bem a renda de quem domina o assunto. Anuncie suas habilidades para amigos e colegas, divulgue nas redes sociais e, claro, cobre um preço de iniciante. Pelo menos até ganhar uma clientela, seu diferencial será o baixo custo. A partir daí, é só contar com o boca a boca, oferecendo um serviço de qualidade, claro.

Um trabalho extra é o que eu preciso?

Algumas perguntas que você deve fazer a si mesmo antes de decidir por mergulhar em mais um trabalho para complementar a renda. Segundo a consultora, responder às questões abaixo ajudará a pensar se de fato está pronto para assumir essa responsabilidade e se está escolhendo o caminho certo para ganhar uma grana extra. Não há resposta certa ou errada, as perguntas são apenas para guiá-lo nessa reflexão se deve mesmo se dedicar em uma trabalho extra e como escolher a área de atuação que mais tem a ver com você.

 

  • – Estou realmente a fim de traçar uma atividade paralela para aumentar minha renda?

 

  • – Tenho plena saúde e disposição física e mental para trabalhar em dois ou três turnos?

 

  • – Estou escolhendo essa atividade só por dar mais dinheiro?

 

  • – Essa atividade tem algum significado pessoal para mim?

 

  • – Eu sei em que área quero atuar paralelamente?

 

  • – Apesar de ser uma renda extra, eu terei tempo para me dedicar de forma que a qualidade deste trabalho não fique prejudicada?

 

Saiba mais:

7 atitudes para não sofrer tanto com a crise

Perdi o emprego, e agora?

Como proteger o seu dinheiro da inflação

 

 

Paula Aftimus

Paula Aftimus

Jornalista com especialização na State University of New York, editora de publicações e portais do Grupo Abril e especialista em mídias digitais. Passagem acadêmica pelas áreas de Serviço Social e Educação e MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV

Veja também

spc-mbf-dividas-inadimplencia-se-livrar
Como quitar suas dívidas e fugir da inadimplência
Para brasileiros, falta de planejamento no orçamento pessoal é o maior causador de dívidas, que ficam cerca  [...]
imagem-mbf
Desfrute de bens e serviços de forma inteligente e barata
Carro, roupas, a viagem das próximas férias. Você sabe qual a maneira mais inteligente de consumir esses be  [...]
mbf_banner_noticias_12-m0937
Vale a pena comprar um imóvel na planta?
Vejas as vantagens, as desvantagens e os riscos de investir em um empreendimento que ainda não saiu do papel   [...]