66106610

29 outubro 2015
destinos-fugir-dolar-alto-viagem
Com o preço do dólar lá em cima, veja opções para viajar para o exterior sem gastar mais do que pode

Com o preço do dólar cada vez mais alto, os planos de uma possível viagem para fora do país ficam bastante comprometidos. Especialmente considerando que os Estados Unidos são o destino internacional favorito dos brasileiros, segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT) e o Ministério do Turismo. Pois que tal pensar fora dos tradicionais EUA e Europa ao planejar seu roteiro neste final de 2015, durante o carnaval ou outro feriado que te permita dar uma escapada e fazer uma bela viagem?

 

“A conta que se deve fazer é do custo da passagem mais os gastos com hospedagem, passeios e alimentação. Não adianta pagar só mil reais num bilhete de ida e volta para Orlando e depois ter que desembolsar R$800 para visitar um único parque da Disney”, explica Rodrigo Ruffino, personal travel agent. Combinando dicas do especialista e dados do site Quanto Custa Viajar, listamos 10 destinos internacionais onde o real vale mais e serviços como hospedagem, alimentação e passeios são mais baratos. Na informação “custo diário” consta uma média de custo incluindo gastos com alimentação, hospedagem (em albergue ou hotel econômico) e os principais passeios de cada cidade.

 

peca10DestinosInternacionais_2

 

1 – Santiago, no Chile

Custo diário: R$ 93
Preço médio da passagem: R$ 680
As principais atrações da cidade custam menos de 25 reais e os passeios mais famosos, para o Vale Nevado por exemplo, saem por cerca de R$150. A alimentação em Santiago também é barata, comendo-se bem com R$ 30.

 

2 – Bogotá, na Colômbia

Custo diário: R$ 62Preço médio da passagem: R$ 800
Bogotá se destaca por combinar o moderno e o tradicional em seus costumes e na arquitetura. A hospedagem e as atrações na cidade são baratas, assim como a alimentação. A passagem de ida e volta também é uma das mais baratas para o exterior.

 

3 – Montevidéu, no Uruguai

Custo diário: R$ 105
Preço médio da passagem: R$ 900
Montevidéu é uma cidade linda, com arquitetura encantadora, ruas arborizadas e povo muito acolhedor. Lá, come-se uma bela parrillada (churrasco uruguaio) e toma-se um bom vinho local por menos de R$40. E a passagem é bastante em conta!

 

4 – Mendoza, na Argentina

Custo diário: R$ 90
Preço médio da passagem: R$ 1.100
Os preços para alimentação e passeios são muito baratos na cidade. Por exemplo, uma das principais atrações de Mendoza, o Parque Provincial Aconcágua, tem entrada livre para qualquer visitante. Um bom jantar, por sua vez, sai por cerca de R$30.

 

5 – Curaçao, no Caribe

Custo diário: R$ 218
Preço médio da passagem: R$ 2.100
Em Curaçao, economiza-se com alimentação – os hotéis operam com o sistema “all inclusive”, com as refeições incluídas – e no transporte, já que muita coisa consegue-se fazer à pé (e os hotéis também oferecem traslados gratuitos para muitos passeios). Durante a baixa temporada (abril e junho), as passagens e os hotéis ficam ainda mais baratos. E vale ressaltar que, caso não planeje conhecer restaurantes e opte por trocar o almoço por um lanche, por exemplo, seu custo diário – ficando em um hotel mais simples, sem o sistema “all inclusive” – pode ser ainda mais baixo.

 

6 – Istambul, na Turquia

Custo diário: R$ 94
Preço médio da passagem: R$ 2.500
Istambul é a única cidade do mundo dividida entre dois continentes, Europa e Ásia. Arquitetura, costumes, culinária… tudo é diferente e de beleza única. “Istambul é uma viagem dos sonhos. Além disso, tudo lá é muito em conta! Comida, passeios e até mesmo as compras saem bem baratinhas”, diz o jornalista Fabricio Pellegrino.

 

7 – São Petersburgo, na Rússia

Custo diário: R$ 65
Preço médio da passagem: R$ 3.000
São Petersburgo é conhecida como a Veneza da Rússia, com palácios, museus e igrejas coloridas e bastante características do país. Outro atrativo são os baixos preços dos serviços: um bom jantar custa cerca de R$30 e o transporte público sai por R$1,50, por exemplo.

 

8 – Cidade do Cabo, África do Sul

Custo diário: R$ 102
Preço médio da passagem: R$ 3.000
Quem acompanhou a Copa do Mundo de 2010 lembra bem da cidade, que foi sede do evento. Os maiores atrativos são as belezas naturais. Lá, pode-se fazer um dos passeios que tem a cara da África: o safári.

 

9 – Cairo, no Egito

Custo diário: R$ 55
Preço médio da passagem: 
R$ 3.500
São milhares de turista que passam pela cidade todo ano, visitando as famosas Pirâmides. Cairo também é a maior cidade do mundo árabe e da África. No Egito, os serviços, em especial a hospedagem, são muito baratos. Por exemplo, um quarto em um hotel simples sai por no máximo R$30.

 

10 – Bangcoc, na Tailândia

Custo diário: R$ 82
Preço médio da passagem: R$ 3.600
“Tudo na Tailândia é tão barato que o gasto com a passagem compensa. Afinal, a passagem você guarda uma grana ou compra com antecedência para parcelar. Estar num lugar sem ter que deixar de fazer o que sente vontade por não poder pagar vale muito mais. Fora que o país é um verdadeiro paraíso”, diz a empresária Paula Franco.
* valores pesquisados em outubro/2015.

 

Saiba mais:

8 passos para viajar barato

Como viajar gastando pouco

Tire as suas dúvidas sobre a alta do dólar

Paula Aftimus

Paula Aftimus

Jornalista com especialização na State University of New York, editora de publicações e portais do Grupo Abril e especialista em mídias digitais. Passagem acadêmica pelas áreas de Serviço Social e Educação e MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV

Veja também

desemprego-meu-bolso-feliz
Saiba como lidar com o desemprego
Saiba como reagir rapidamente à notícia da demissão e conseguir domar a tempo o temido monstro do desempreg  [...]
mbf_banners_portal_223x86_17
Como se planejar financeiramente para 2015
Veja cinco passos para garantir um ano novo sem dívidas Início do ano é época de celebrações, férias e&  [...]
mbf_banner_noticias_19-nm679
Descubra como abrir seu próprio negócio
O passo a passo para você investir em suas ideias e começar uma nova carreira Independentemente da profissã  [...]