O mais completo portal de educação financeira do país oferece simuladores e consultoria gratuita. Parceria com Maurício de Sousa vai estender o projeto a crianças e adolescentes

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) lançou, nesta quarta-feira (19/3), um programa inédito de educação financeira especialmente voltado para a classe C – a nova classe média brasileira, que com o aumento da oferta de emprego e crédito, já representa mais da metade da população do país.

Batizado de Meu Bolso Feliz, o programa surge como uma iniciativa de combate ao aumento do endividamento do consumidor por conta do descontrole financeiro. A primeira fase do projeto é composta por um portal de orientação financeira (www.meubolsofeliz.com.br), que oferece serviços gratuitos como calculadoras financeiras, simuladores, além de consultorias individualizadas ao internauta fornecidas pelos economistas do SPC Brasil.

Ao longo dos dois últimos anos, o SPC Brasil tem encomendado uma série de pesquisas nacionais para entender o comportamento de compra do brasileiro e o perfil dos consumidores inadimplentes no país. Dados desses estudos mostram cenários alarmantes: oito em cada dez brasileiros não fazem controle total de suas finanças, porque não conseguem ter disciplina ou porque não sabem como anotar gastos e estabelecer prioridades. Além disso, as pesquisas mostram que 85% dos consumidores admitem fazer compras por impulso, ou seja, movidos por questões emocionais. Dessa forma, os pesquisadores do SPC Brasil concluíram que a situação de inadimplência está muito mais ligada ao comportamento e hábitos do consumidor do que em relação ao tamanho do próprio orçamento.

Para o idealizador do projeto de educação financeira do SPC Brasil, Honório Pinheiro, a evolução do poder de compra da classe média não acompanhou a ampliação da consciência financeira do consumidor. “Essas pessoas tiveram um acesso repentino ao crédito, mas nunca foram ensinadas — ou na escola ou dentro de casa — a usá-lo de maneira planejada e consciente”, explica Pinheiro. Dessa forma, de acordo com o SPC Brasil, o objetivo do projeto é aumentar o nível de consciência financeira da população brasileira para construir um mercado de consumo mais seguro e transparente. Além disso, segundo Pinheiro, não basta apenas cortar gastos e medir impulsos na hora das compras. “É preciso investir e incentivar a cultura da poupança no Brasil. Mostrar ao consumidor a importância de poupar uma parcela do próprio salário para formar uma reserva e, assim, poder acioná-la em momentos de emergência como uma demissão ou uma doença na família, inclusive para aposentadoria”, explica Pinheiro.

O projeto

O portal Meu Bolso Feliz disponibiliza mecanismos para orientar e acompanhar a vida financeira do brasileiro nas mais diversas situações de consumo — da mais básica como uma simples compra no supermercado até aquela que aparenta ser complicada, como planejar a própria aposentadoria. Dessa forma, o conteúdo do site foi desenvolvido de maneira interativa, simples, descomplicada e didática para alcançar o entendimento e o interesse do maior número de consumidores possível.

Uma equipe composta por especialistas da área financeira, comunicadores e por jornalistas é responsável pela atualização constante do conteúdo. A plataforma ainda disponibiliza ferramentas como ilustrações, infográficos e simuladores para que o usuário possa ter uma melhor compreensão do material e consiga visualizar situações reais do dia a dia. Sem mencionar que o site também conta com a colaboração de diversos colunistas e especialistas em comportamento, moda, consumo e finanças pessoas como Ilan Brenman, Maria Tereza Maldonado, Tania Zagury, Alexandre Atheniense e Joanna Moura.

A família Taliso

Para despertar a necessidade do consumo consciente, o programa idealizou, de maneira lúdica, a Família Taliso, formada por personagens próximos à vida real. O pai Antônio, a mãe Ana Maria, o avô seu Manuel e a filha Marina vivem os dilemas da vontade de consumir e o risco do endividamento. Mas é o cãozinho Tostão, cheio de sabedoria financeira, que ensina a todos, em situações do cotidiano, o caminho bom senso e do equilíbrio orçamentário.

Por meio de quadrinhos, vídeos e ilustrações atualizados semanalmente dentro do novo portal, a Família Taliso vive, sempre com alta dose de humor, situações cotidianas semelhantes à de milhões de famílias consumidoras que passam pelas mesmas angústias e alegrias na relação com o dinheiro e na busca de um maior planejamento das finanças.

“A Família Taliso é o retrato de muitas famílias brasileiras. Saber lidar com o dinheiro é uma habilidade essencial que usamos em todos os momentos da vida, pessoal e profissional, mas é dentro de casa que se semeia os grandes valores”, afirma o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli.

Público alvo

O programa de Educação Financeira do SPC Brasil também oferece suporte para consumidores de diferentes perfis – desde aqueles que precisam imediatamente sair do sufoco, passando por aqueles que estão com a vida financeira em dia e querem poupar até aqueles que querem informações sobre qual é a melhor maneira de aplicar aquele dinheiro que está parado dentre os mais variados tipos de investimentos. Para Honório Pinheiro, as modalidades de crédito estão no mercado justamente para serem usadas e auxiliar na realização de sonhos. “No entanto, para que haja consumo consciente é preciso encarar novas posturas frente aos próprios gastos. Fugir das armadilhas do consumismo e do desejo compulsivo pelas compras é fundamental para evitar situações de inadimplência e realizar sonhos sem estourar o limite financeiro de cada um”, explica Pinheiro.

A família brasileira entra no projeto como peça chave, já que os princípios e os conceitos da Educação Financeira devem ser inicializados desde cedo e praticados dentro de casa. Para isso, o portal traz uma série de orientações e dicas para os pais que precisam encarar o desafio de promover a educação financeira dos filhos.

“As crianças desde cedo já precisam ter noção do valor do dinheiro. Já os adolescentes também precisam de orientação para não caírem nas armadilhas do sedutor mundo do consumo. Neste contexto entre o jovem, que conquista o primeiro emprego e precisa aprender a planejar a vida financeira”, explica Pinheiro.

Parcerias

Um grande conhecido do brasileiro também integra o time de educadores do SPC Brasil. Por meio de uma parceria, o cartunista e desenhista Maurício de Sousa publicará, regularmente, nas revistinhas da Turma da Mônica, histórias focadas na formação da consciência financeira de crianças, adolescentes e jovens. As primeiras edições já estão circulando nas bancas de todo o país com o roteiro elaborado pela equipe do Meu Bolso Feliz.

Outra parceria de destaque foi criada com o portal de serviços Catraca Livre, coordenado pelo jornalista Gilberto Dimenstein, permitindo que o conteúdo dos dois portais seja disponibilizado em conjunto. Para o SPC Brasil, a iniciativa contribui para que as pessoas possam ter maior acesso ao conhecimento e a opções de lazer de baixo custo ou gratuito, além, é claro, para difundir a cultura do consumo consciente.

“O programa de educação financeira do SPC Brasil é o mais diversificado e amplo do país. A ideia é trabalhar junto ao governo e entidades para que o projeto alcance as escolas, o ambiente de trabalho e até o micro e pequeno empreendedor. Nosso objetivo é mostrar como o crédito e o dinheiro podem ser um aliado na realização de sonhos e não um causador de angústia e de problemas.” conclui Honório Pinheiro.

Acesse o site em www.meubolsofeliz.com.br

 

Equipe de imprensa do SPC Brasil:

Guilherme de Almeida
(61) 3213-2030 | (61) 9536 9800 | (61) 3049-9550
guilherme.dealmeida@inpressoficina.com.br

Vinícius Bruno
(11) 3251-2035 | (11) 9-7142-0742 | (11) 9-4161-6181

vinicius.bruno@inpressoficina.com.br

 

Equipe de imprensa do Maurício de Souza:

José Alberto Lovetro – (11) 99614-1623 e (11) 98107-6197
jal.comunicacao@gmail.com

Bete Faria Nicastro – (11) 3862-1586 e (11) 99659-2111
bete@waycomunicacoes.com.br

Downloads:

Release
PDF