Fundos de investimentos

O que é?

O Fundo de Investimento funciona como um condomínio que reúne recursos financeiros de um grupo de investidores, chamados de cotistas, e realizam operações no mercado financeiro com o objetivo de remunerar o dinheiro do grupo.

Os recursos são administrados por uma gestora financeira especializada, responsável por realizar as aplicações no mercado, buscando obter a maior rentabilidade possível, conforme a política de investimento do Fundo.

Que risco eu corro?

Os investimentos realizados pelos gestores podem ser direcionados para papéis de menor risco (como títulos do governo federal), ou para outros de maior risco (como ações, títulos cambiais etc.). Antes de investir, você deve escolher o fundo mais adequado ao seu perfil.

Além dos riscos de mercado, os fundos de investimento estão sujeitos aos riscos de crédito, pois não contam com a garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, e nem mesmo do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Ou seja, não há garantias para nenhuma quantia investida, como ocorre com a poupança e os CDBs, por exemplo.

Por isso, fique atento, pois as aplicações desses fundos podem representar elevados riscos, com chances de gerarem prejuízos aos aplicadores, pois eles não têm garantia.

Como são muitos os riscos, não se pode estabelecer uma rentabilidade média.

Quanto pago de imposto?

Você paga Imposto de Renda (IR) sobre os rendimentos, de acordo com uma tabela variável. Quanto maior for o tempo de aplicação, menor o percentual do imposto.

Nos fundos que não são classificados como investimento em ações, incide também o IOF, de acordo com o Decreto 6306 da RFB. Maiores informações: http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/Decretos/2007/dec6306.htm

Há, ainda, uma taxa de administração que incide sobre o valor de sua aplicação. Quanto maior o valor investido, menor será a taxa, que em geral varia entre 1% a 3% ao ano.

Como faço para aplicar?

Para aplicar, você deve escolher entre os fundos disponíveis em seu banco ou abrir uma conta de investimento em uma administradora de fundos. O volume mínimo a ser aplicado varia entre os bancos, mas em geral aceita-se o valor de R$ 1.000,00 para o investimento inicial, permitindo-se aplicações posteriores, retiradas e saldo mínimo de R$ 100,00.

DICAS

1. As taxas de administração variam bastante de um fundo para outro e entre as suas administradoras. Fique atento aos valores cobrados e pesquise muito. Uma taxa elevada pode comprometer uma rentabilidade atraente de um fundo. 

2. Alguns fundos envolvem riscos mais elevados, sendo indicados para aquelas pessoas de perfil menos conservador. Lembre-se de que, quanto maior a rentabilidade, maior o risco de perdas.

Outros tipos de investimentos:

Tire suas dúvidas sobre este assunto

Converse com o especialista Converse com o especialista

Fatal error: Call to a member function show() on a non-object in /home/meubolso/public_html/wp-content/themes/bolsofeliz/page-internas-tipos-de-investimentos.php on line 121