Pensando no futuro

Aposentadoria: gerando renda para quando se aposentar

Aposentadoria: Gerando renda para quando se aposentar

“Quando eu me aposentar…”

Quem nunca usou a expressão acima? Todos se preparam para esse tempo, mas, nos dias de hoje, não existe mais “o momento” da aposentadoria.

Com o aquecimento da economia, muitos profissionais que deixaram de trabalhar ou mudaram de atividade estão sendo convidados pelas antigas empresas a retornarem ao trabalho. Por outro lado, com os avanços da medicina, cresce a expectativa de vida no Brasil. Nos próximos anos, essa tendência deve continuar, e as pessoas devem se aposentar cada vez mais tarde, assim como já ocorre em países desenvolvidos.

O que se dever pensar, hoje, independente da idade de cada um, é como garantir uma qualidade de vida com tranquilidade financeira no futuro. Em outras palavras: em que você deve investir hoje para garantir dias melhores no futuro – ou, se preferir, na época da “aposentadoria”.

 

Opções de renda para o futuro

 

banco Previdência Privada – Fazer um Plano de Previdência Privada é uma das melhores formas de se garantir renda no futuro. Clique no link Tipos de Previdência e veja por que e como fazer uma Previdência Privada.
imoveis Renda de Imóveis – Comprar um imóvel para alugar sempre foi uma garantia de renda para o futuro. Entretanto, esse cenário está mudando no Brasil, por isso é necessário cuidado. Leve em consideração os seguintes pontos antes de se decidir:

  • A alta do preço dos imóveis fez com que ficasse menos interessante comprar para alugar (pois você paga um preço muito alto pelo imóvel para receber um aluguel que não é tão alto assim, muitas vezes inferior à rentabilidade do CDB, da LCI e de títulos do Tesouro Direto.
  • A população brasileira está crescendo cada vez menos, o que quer dizer que a demanda por imóveis será menor nos próximos anos.
  • Ao alugar seu imóvel, você corre o risco de o inquilino não pagar e até estragar seu imóvel. Os custos de cobrança judicial de aluguel, de retirada do inquilino e reformas podem ser muito altos e podem tornar o investimento desinteressante.

Por isso, estude profundamente esse mercado antes de se decidir por investir seu dinheiro em imóveis para aluguel. O ideal é consultar um especialista.

Se você gosta de investir em imóveis, existem opções mais seguras (e muitas vezes até mais rentáveis) que investir em aluguel. Duas dessas opções são o investimento em LCI e em fundos imobiliárias (aprenda mais aqui). Essas opções têm as seguintes vantagens em relação a comprar um imóvel para alugar:

  • Ao contrário da renda de aluguel de imóveis, são opções isentas de imposto de renda.
  • Você não tem preocupações com inquilinos. Quando você investe num fundo imobiliário, todos os imóveis do fundo podem ser alugados. Se um dos diversos inquilinos ficar inadimplente, você perde uma ínfima parte do seu rendimento. Quando você aluga seu imóvel para alguém, ao contrário, perde 100% do rendimento no período em que seu inquilino ficar inadimplente.

 

negocio-prorprio Abra seu próprio negócio – Empreendedorismo é a palavra da hora para quem quer abrir seu próprio negócio. A cada dia, as empresas querem mais profissionais que tenham seu negócio do que empregados, cujo custo trabalhista é muito elevado. Essa é a chamada terceirização.Veja um exemplo: Você trabalha em uma empresa e ganha R$ 1.500,00. Chega em casa às sete da noite e fica à toa. Se você começar a usar seu tempo livre para tocar um negócio caseiro (como fazer bombons, consertos de roupa, pães artesanais etc.), poderá dedicar duas horas por dia sem se cansar muito. Em pouco tempo, poderá ter uma boa renda extra.Procure o Sebrae mais próximo de você para ver como formalizar esse seu negócio. O universo do empreendedorismo não tem limites. Criatividade e inovação são as portas de entrada desse novo mundo de oportunidades. Isso acontece em todo o mundo e também no Brasil.

Confira também a notícia: Brasileiros não se preparam para a aposentadoria

DICAS:

Procure o Sebrae de sua cidade ou de seu estado para saber mais sobre empreendedorismo. Para saber mais, entre no site: sebrae.com.br

 

Comprar à vista também é poupança

Comprar à vista também é uma forma de poupar. Isso porque você pode conseguir um desconto. Ele funciona como um dinheiro que você está economizando.

Se você conseguir um desconto de 10%, já terá valido a pena. Afinal, poucas aplicações financeiras rendem tudo isso por ano. Dependendo do valor do produto, o desconto tem um valor significativo.

DICA

Pesquise os preços de produtos similares. Você poderá sempre encontrar algo mais barato, e com a mesma qualidade.

 

Poupar comprando à vista

poupar-comprando-a-vista

Clique na imagem para saber como é possível poupar comprando à vista.

Ao invés de comprar algo agora, a prazo, faça o contrário: coloque o dinheiro das prestações na poupança e deixe para comprar à vista mais tarde, quando tiver acumulado o valor corresponde ao preço do produto. Assim, você vai conquistar seu sonho num tempo menor do que pagando a prestação. E sem fazer dívidas!

Não tenha dúvida: vale a pena evitar o imediatismo do consumo.  Veja como no nosso simulador de sonhos.

Lembre-se de que o valor de alguns bens, como carro e moradia, são muito elevados. É possível poupar algum dinheiro por um tempo e só depois comprar o imóvel. Neste caso, você não irá usufruir nesse período em que está fazendo a poupança, mas, em compensação, suas prestações ficariam menores, pesando menos no seu bolso ao longo de muitos anos. O mesmo vale para bens mais baratos, como, por exemplo, materiais de construção e eletroeletrônicos.

Compra a vista também é poupança

DICAS

1. Quando você for comprar algo que não “cabe” no orçamento mensal, vale a pena passar algum tempo economizando para depois fazer a compra à vista – ou mesmo dando uma entrada maior, para reduzir o valor das prestações.

2.  No caso de um imóvel, se os valores do aluguel e do financiamento forem semelhantes, avalie se você pretende morar na região por bastante tempo. Se este for o caso, em geral vale a pena financiar, pois você passará a ter a segurança de ter o imóvel. Entretanto, se você pretende se mudar de bairro ou cidade nos próximos anos, evite comprar um imóvel. Comprar e vender rapidamente imóveis pode fazer você perder dinheiro com pagamento de impostos, custos de corretagem e de cartório. Só compre quando tiver mais certeza de onde pretende morar, pois em geral não vale a pena comprar para alugar!

Poupar para construção de sonhos

“Como economizar dinheiro para conseguir realizar meus sonhos?”

Na medida em que vida passa, as pessoas vão descobrindo como é importante fazer planos para o futuro. Nem todos conseguem realizar seus sonhos, mas é fácil saber o caminho seguido pelos que “chegaram lá”: poupar sempre.

Entre os sonhos mais comuns dos brasileiros estão: a casa própria, o carro novo, a realização de viagens, a educação dos filhos, as comemorações de datas importante, dentre outras. São sonhos que têm diferentes custos, de modo que sempre dá para realizar alguns deles.

Como economizar dinheiro e realizar meus sonhos

Poupar depende, basicamente, de planejamento doméstico ou financeiro. Trace uma meta mensal ou anual para “engordar” sua poupança. Faça planos de economizar dinheiro em momentos de maior disponibilidade, como recebimento das férias, do 13º salário, da venda de um bem etc.

DICA

Inclua o “custo do seu sonho” no seu orçamento mensal, para que ele seja somado às demais despesas. Tente poupar, por exemplo, 10% do seu salário mensal.

Quanto poupar por mês

Quanto Dinheiro Preciso Economizar por Mês?

Agora é a hora de ir para a prática: Simule seus sonhos e descubra como economizar dinheiro!

Descubra o melhor tipo de investimento para alcançar seu sonho.

 

Poupar para os imprevistos

Não deixe a infiltração inundar sua conta

imprevistos

Mesmo que você esteja com o seu orçamento equilibrado, não deve se esquecer de que imprevistos do dia a dia acontecem, como um pequeno problema doméstico com o fogão ou a geladeira; a necessidade de uma reforma em casa para conter um vazamento inesperado; um defeito mais sério com o carro; e um tratamento de urgência não coberto pelo plano de saúde. Todos esses imprevistos podem acontecer com você.

De acordo com a pesquisa de Educação Financeira do SPC Brasil, 55% dos brasileiros não conseguiriam manter o mesmo padrão de vida por 3 meses, caso perdessem totalmente sua fonte de renda. Isso demonstra como é baixa a poupança e a cultura de guardar dinheiro para imprevistos entre os brasileiros. Por isso, sempre que possível, procure manter algum dinheiro guardado para as emergências, mesmo que seja um valor muito baixo. Aos poucos, eles vão se tornando expressivos e vão se tornar importantes na hora do aperto.

Dica

Mantenha uma aplicação financeira que seja fácil de interromper, para usar de imediato. Nesse caso, a melhor opção é a caderneta de poupança.

Tire suas dúvidas sobre este assunto

Converse com o especialista Converse com o especialista

Fatal error: Call to a member function show() on a non-object in /home/meubolso/public_html/wp-content/themes/bolsofeliz/page-internas-estou-em-dia.php on line 115