Receitas, despesas e orçamento

Se você está em dia com suas contas, excelente! Saiba que muita gente tenta manter a vida financeira em ordem, mas não consegue. Tome cuidado para não ficar no vermelho, pois é fácil perder o controle das contas.

Com as contas em dia, você pode dar um próximo passo, que é planejar financeiramente seu futuro. Você pode poupar parte do dinheiro, fazer investimentos e realizar sonhos importantes como a compra da casa própria, de um carro ou mesmo garantir seus estudos ou dos seus filhos.

O orçamento pessoal

Entenda como funciona orçamento familiar, renda e gastos da família.

Orçamento familiar

A primeira coisa a fazer para melhorar mais sua vida financeira é ter um conhecimento detalhado do seu orçamento. Para isso, é preciso colocar tudo no simulador diagnóstico financeiro.

Anotando o que entra: salário, “bicos”, pensão, aposentadoria, mesada, rendimento de aluguel etc.

E o que sai, que engloba todos os gastos e despesas pessoais e da casa. Para isso, é importante registrar todos os gastos a serem pagos, como: compra de roupas, imóvel, carro, supermercado etc. Ao fazer essa relação, você consegue perceber melhor os gastos, e pode começar a cortar o que não é necessário, negociando antes com a família.

Além dos gastos, você deve incluir nessa conta tudo que deseja adquirir no futuro. Planeje seus sonhos para um dia conquistá-los!

Não faça contas de cabeça e nem confie somente na memória, pois sempre fica alguma coisa para trás, registre tudo na ferramenta na simulador diagnóstico financeiro.

Orçamento familiar

Fazer o controle do orçamento familiar, ao invés de apenas o seu (pessoal), tem uma vantagem: ao juntar o ganho de todos da casa, fica mais fácil manter o controle sobre os gastos da família e fazer o dinheiro render mais. Dialogar e fazer com todos estejam convencidos da importância disso é essencial.

Entenda como o seu dinheiro circula. Clique nos números e acompanhe!

O que é orçamento

A primeira medida que uma família deve tomar para ter controle das suas contas é ter um objetivo comum começar a colocar tudo no papel. Podemos usar algumas palavras ou expressões para definir o que acontece com o dinheiro.

Todo mundo sabe, por exemplo, que renda familiar é a soma do dinheiro que todos da família recebem. Para sabermos quanto é essa renda, temos de somar os salários líquidos (o que entra, de fato, depois de todos os descontos, como impostos, vale transporte, INSS etc.) de todos da casa, o dinheiro dos “bicos” que cada um faz, os rendimentos líquidos de pensão, de aposentadoria e de tudo mais que entra todo mês.

Podemos, então, chamar a soma de tudo isso de receitas.

Do outro lado dessa conta, estão os gastos da família. Incluímos nesse item tudo que todo mundo gasta para manutenção da casa e para as gastos pessoais. Estas são, portanto, as despesas. Tudo isso é bem simples, não é?

Essa conta, englobando tudo, é chamada de orçamento familiar.

Enquanto o dinheiro que entra (receita) for maior ou igual ao que sai (despesa), o orçamento está equilibrado. É preciso ficar atento para não perder o controle do orçamento. Como você não pode aumentar sua receita quando quiser, o jeito é manter o controle sobre as despesas.

Tire suas dúvidas sobre este assunto

Converse com o especialista Converse com o especialista

Fatal error: Call to a member function show() on a non-object in /home/meubolso/public_html/wp-content/themes/bolsofeliz/page-internas-estou-em-dia.php on line 115