Minhas contas

Receitas, despesas e orçamento

Se você está em dia com suas contas, excelente! Saiba que muita gente tenta manter a vida financeira em ordem, mas não consegue. Tome cuidado para não ficar no vermelho, pois é fácil perder o controle das contas.

Com as contas em dia, você pode dar um próximo passo, que é planejar financeiramente seu futuro. Você pode poupar parte do dinheiro, fazer investimentos e realizar sonhos importantes como a compra da casa própria, de um carro ou mesmo garantir seus estudos ou dos seus filhos.

O orçamento pessoal

Entenda como funciona orçamento familiar, renda e gastos da família.

Orçamento familiar

A primeira coisa a fazer para melhorar mais sua vida financeira é ter um conhecimento detalhado do seu orçamento. Para isso, é preciso colocar tudo no simulador diagnóstico financeiro.

Anotando o que entra: salário, “bicos”, pensão, aposentadoria, mesada, rendimento de aluguel etc.

E o que sai, que engloba todos os gastos e despesas pessoais e da casa. Para isso, é importante registrar todos os gastos a serem pagos, como: compra de roupas, imóvel, carro, supermercado etc. Ao fazer essa relação, você consegue perceber melhor os gastos, e pode começar a cortar o que não é necessário, negociando antes com a família.

Além dos gastos, você deve incluir nessa conta tudo que deseja adquirir no futuro. Planeje seus sonhos para um dia conquistá-los!

Não faça contas de cabeça e nem confie somente na memória, pois sempre fica alguma coisa para trás, registre tudo na ferramenta na simulador diagnóstico financeiro.

Orçamento familiar

Fazer o controle do orçamento familiar, ao invés de apenas o seu (pessoal), tem uma vantagem: ao juntar o ganho de todos da casa, fica mais fácil manter o controle sobre os gastos da família e fazer o dinheiro render mais. Dialogar e fazer com todos estejam convencidos da importância disso é essencial.

Entenda como o seu dinheiro circula. Clique nos números e acompanhe!

O que é orçamento

A primeira medida que uma família deve tomar para ter controle das suas contas é ter um objetivo comum começar a colocar tudo no papel. Podemos usar algumas palavras ou expressões para definir o que acontece com o dinheiro.

Todo mundo sabe, por exemplo, que renda familiar é a soma do dinheiro que todos da família recebem. Para sabermos quanto é essa renda, temos de somar os salários líquidos (o que entra, de fato, depois de todos os descontos, como impostos, vale transporte, INSS etc.) de todos da casa, o dinheiro dos “bicos” que cada um faz, os rendimentos líquidos de pensão, de aposentadoria e de tudo mais que entra todo mês.

Podemos, então, chamar a soma de tudo isso de receitas.

Do outro lado dessa conta, estão os gastos da família. Incluímos nesse item tudo que todo mundo gasta para manutenção da casa e para as gastos pessoais. Estas são, portanto, as despesas. Tudo isso é bem simples, não é?

Essa conta, englobando tudo, é chamada de orçamento familiar.

Enquanto o dinheiro que entra (receita) for maior ou igual ao que sai (despesa), o orçamento está equilibrado. É preciso ficar atento para não perder o controle do orçamento. Como você não pode aumentar sua receita quando quiser, o jeito é manter o controle sobre as despesas.

Impostos e seguros

Impostos e seguros

Imposto é algo que não tem como deixar de pagar, pois é obrigatório. O jeito é se planejar para não ser pego de surpresa. Muitos deles vencem nos primeiros meses do ano, como o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). Alguns seguros são obrigatórios, como o DPVAT, que deve ser pago por todo proprietário de veículo que circula por vias terrestres.

Lembre-se de que muita gente inicia o ano com o orçamento magro, devido às despesas de final de ano, presentes de Natal, viagens etc. Além dos impostos, há gastos com material escolar dos filhos e matrículas de cursos extras, como língua estrangeira, natação etc.

Sempre que puder, pague esses impostos à vista, pois os descontos oferecidos representam uma boa economia para você.

DICAS

1. Planeje bem os seus gastos para o primeiro trimestre do ano e fique atento às despesas com impostos e seguro obrigatório de carro, que devem ser quitados neste período. Lembre-se de que, em geral, é exatamente nessa época do ano que ocorrem também os gastos com material e matrícula escolar.

2. Os  preços dos seguros sobre veículos variam muito de seguradora para seguradora. Pesquise os preços antes de contratar esse serviço. As seguradoras costumam dar descontos em casos especiais: para carros que são dirigidos apenas por uma pessoa, que passam a noite em garagens fechadas e são conduzidos por motoristas sem histórico de acidentes.

Planeje seus sonhos

Reserve uma quantia de seu orçamento para a realização de seus sonhos ou planos de gastos para o futuro! Não descuide nunca. Não comece a gastar mais do que tem e nem deixe de poupar o que sobrar. Esse é o segredo das pessoas ou famílias prósperas!

Não deixe os gastos tomarem conta do seu orçamento

Se os gastos excessivos começarem a ameaçar seu orçamento familiar, fique atento!

Procure reduzir aquelas despesas que estão contribuindo para o “furo” no seu orçamento. Fique atento ao uso do cartão de crédito, se você usá-lo de forma descontrolada, comprando mais do que deve ou precisa, poderá perder o controle dos gastos e elevar o seu endividamento. Os juros rotativos dos cartões são os maiores do mercado.

Fique atento ao orçamento
Veja o impacto das compras parceladas no seu bolso

gastos-no-cartao

Consuma e se divirta de maneira mais planejada, para que esses gastos não desequilibrem seu orçamento. Não vale a pena se endividar para comprar alguma coisa da qual você não precisa para viver.

Reflita sempre sobre as verdadeiras razões que levam você a consumir e evite gastar o dinheiro que iria para a poupança – e para a realização dos sonhos! Os pequenos prazeres do “agora” podem impedi-lo de conquistar os grande sonhos – como a casa própria, o carro novo, a viagem de férias etc.

Seja rigoroso com o gasto supérfluo! Compre o que é importante, procurando sempre os melhores preços ou produtos similares mais baratos. E não se esqueça: pesquise sempre!

Receitas, despesas e orçamento

DICAS

1. Anote todas as suas despesas antes de se decidir sobre o quanto gastar no seu lazer ou na realização dos seus sonhos. A falta de organização das contas faz com que você não perceba onde pode reduzir gastos para ter uma vida financeira saudável.

2. Reserve sempre um dinheirinho todo mês para gastar com o que é importante para você, sem comprometer as despesas fixas.

Tipos de despesas

Podemos classificar os gastos como despesas fixas (que não podem ser evitadas) e despesas variáveis (que podem ser reduzidas ou eliminadas).

Clique na pirâmide e veja alguns tipos de despesas

Tipos de despesas

Despesas fixas: alimentação básica, escola dos filhos (no caso das particulares), remédios de uso constante, passagem de ônibus, aluguel ou prestação da casa, condomínio, contas de luz e água, gás etc.

Despesas variáveis: lazer em geral (passeios, sair para comer pizza, cervejinha do final de semana, cinema, viagens de férias ou feriados), produtos e serviços de beleza (xampu, perfume, salão), vestuário (roupa, sapato), TV a cabo, internet etc.

Podemos utilizar, então, três tipos de despesas para compor nosso orçamento:

– Despesas fixas;

– Despesas variáveis que podem ser reduzidas;

– Despesas variáveis que podem ser cortadas (ainda que por um tempo).

Com base em tudo isso, podemos, então, utilizar uma ferramenta que vai nos ajudar a ter uma noção geral de todas as contas e facilitar o orçamento, para a gente não perder o controle das contas ao longo do mês. 

É importante registrar todas as prestações contraídas, a serem pagas nos meses seguintes: roupas, imóvel, carro etc. Nesse momento, devemos repensar e avaliar todos os gastos.

O simulador mostrará qual despesa está contribuindo mais para o gasto total. Isso permite saber se seu orçamento está muito apertado e se, num futuro próximo, você poderá ter problemas de caixa.

FIQUE ATENTO: quanto mais você conseguir reduzir as despesas e economizar, mais dinheiro terá para usar no futuro para viajar, realizar um sonho e, principalmente, garantir sua aposentadoria.

Tire suas dúvidas sobre este assunto

Converse com o especialista Converse com o especialista

Fatal error: Call to a member function show() on a non-object in /home/meubolso/public_html/wp-content/themes/bolsofeliz/page-internas-estou-em-dia.php on line 115