Administrando o dinheiro

Para que seu filho possa fazer uma “gestão” eficiente do salário que está recebendo, uma boa orientação é sugerir a ele que faça um orçamento pessoal, especificando a receita (quanto ganha) e todas as despesas (gastos do dia a dia, que são fixos, e uma projeção de despesas eventuais). Incentive-o a sempre anotar todos os gastos. Dessa forma, fica mais fácil visualizar as entradas e saídas de dinheiro, para que ele possa ter um controle da vida financeira.

A administração do dinheiro exige uma nova postura em relação ao consumo e ao estilo de vida. Mas é possível, com pequenos hábitos cotidianos, estabelecer um equilíbrio financeiro e desenvolver um uso consciente do dinheiro.

Lembre a ele que, nesse processo, é preciso:

– Fazer escolhas – desde as compras até a projeção para uma poupança.

– Definir metas e aspirações – o que ele quer para o futuro, como quer viver.

– Estabelecer objetivos para alcançar as metas.

– Elencar prioridades – o que é mais importante, o que é necessário.

Fique atento ao orçamento

Planejamento de gastos

É preciso que fique claro que, se ele acumular despesas, como compras e parcelamentos, por exemplo, no próximo mês, o salário dele será o mesmo, mas as despesas estarão maiores. E o que ele recebe pode não ser suficiente para cobrir essas novas despesas.

Conteúdos relacionados à jovens adultos:

Tire suas dúvidas sobre este assunto

Converse com o especialista Converse com o especialista
  • Facebook
  • Google Plus
  • Youtube