São pessoas jurídicas, públicas ou privadas que têm por objetivo levantar, intermediar ou aplicar recursos financeiros próprios ou de terceiros em moeda nacional ou estrangeira. Tais instituições captam poupança das famílias e concedem crédito. São, portanto, intermediários que transferem fundos dos agentes econômicos que possuem poupança para os agentes que necessitam financiar-se para investir ou consumir.